ESTILO DE VIDA NERD

29 jun

Game Of Thrones: Épico do Começo ao Fim

(Ou Não Leia, Contem Spoilers!)

 

Ainda lembro da minha empolgação, semanas atrás, quando assisti ao primeiro episódio de Game Of Thrones. Eu não sabia quase nada sobre a série, tinha poucas informações sobre o conteúdo dos livros, mas fiquei com aquela sensação de “quero mais”. Para mim, a Series Premiere poderia ter sido dupla, porque eu gostei tanto do que vi, que esperar sete dias parecia tempo demais.

Naquele momento decidi comentar apenas a temporada completa. Eram personagens demais, reinos demais, histórias paralelas demais. Tive medo de não conseguir escrever algo que fosse realmente digno da grandeza de Game Of Thrones (ainda não acho que consegui). Acho que fiz bem em esperar. Olhar a produção em sua totalidade me dá a certeza de que estamos diante de uma série excelente, não apenas pelo já conhecido padrão HBO de qualidade, mas pelo conjunto da obra. A história nos livros de George R.R. Martin é envolvente, para dizer o mínimo e o universo criado por ele é bastante interessante, com direito a criaturas estranhas e malignas, como os White Walkers, corvos com três olhos e até mesmo dragões, que foram citados muitas vezes como lenda, mas que apareceram de verdade na Season Finale.

 

Era tudo muito impressionante, desde o cuidado com o figurino, as locações e as atuações. Apesar de serem muitos, os personagens sempre têm bastante força e criam identificação com o público, resultado óbvio da escolha de atores competentes em todas as faixas etárias (Arya?? Bram??). Pelo menos comigo foi assim. No entanto, sei que há muita gente que teve problemas com a quantidade de tramas e personagens em Game of Thrones e não posso culpá-los. A estrutura da série (e dos livros) é complexa mesmo, mas nada que torne a compreensão impossível ou extremamente difícil de acompanhar (será preguiça de usar os neurônios?).

Aliás, vale dizer que Game of Thrones é uma produção extremamente fiel aos livros que lhe deram origem. Quem já leu confirma e pelo que vi em minhas pequenas olhadelas, é bem por aí. Por exemplo, eu já sabia que a cena final da temporada seria com a “Khaleesi” Daenerys (Emilia Clarke) amamentando dragões, depois de cremar o corpo de Khal Drogo (Jason Momoa) e perder o filho. Passei semanas imaginando como isso seria transportado para a TV e confesso, tinha pouca fé de que o resultado fosse bom. Quando assisti, contudo, foi tudo muito natural, muito bem feito. Os dragões superaram minha expectativa e pareciam de verdade. Acho que aprendi minha lição: nunca mais duvidar de Game Of Thrones nem da HBO.

 

O fato de a série ser tão fiel aos livros só tem um problema e ele é insuperável para quem odeia spoilers. Quem resolver ler o que já foi publicado (ainda há material em edição e livros que sequer foram iniciados pelo autor) vai saber de tudo antes. Para quem, assim como eu, não liga para esse pequeno grande detalhe, vale bastante a pena investir nessa leitura, que deve tornar mais fácil o entendimento sobre os reinos, os clãs e tudo o mais.

Como eu disse no titulo, Game of Thrones fez uma temporada épica do primeiro ao último episódio. Houve sim, momentos mais lentos na trama, mas esse era um ritmo imposto propositalmente. Game Of Thrones é uma série feita para ser tensa, e criar no espectador a expectativa de que grandes reviravoltas estão para acontecer. A surpresa está no fato de que nem sempre o que esperamos se realiza e a morte de Ned Stark (Sean Bean) no penúltimo episódio é a prova mais clara disso. Certamente a maioria das pessoas acreditou que ele seria o Rei um dia, trazendo muita honra em seu governo, mas eu aposto que nada seria tão bom e tão marcante quanto ver a cabeça do protagonista ser cortada. Só a morte de Ned poderia motivar a grande guerra que eu suponho, deva acontecer nas temporadas que se seguirem.

 

E no momento da morte de Ned temos um grande trunfo das grandes series da atualidade, lição aprendida em Lost, termine o episodio no climax, deixando todo mundo louco pra ver o episodio da semana seguinte!

Outra coisa importante, é que o Martin não tem receio de matar seus protagonistas, se isso for o melhor pro desenrolar da história, só na primeira temporada vemos quatro personagens importantes morrerem: Viserys Targaryen, Rei Robert Baratheon, Eddard “Ned” Stark e Khal Drogo!

 

Além do mais, a morte do Rei Robert (Mark Addy) e a ascensão de Joffrey (Jack Gleeson)(a encarnação do nojo…) criam imensa curiosidade para ver o que vem por aí. O moleque é um sádico e nem mesmo sua mãe, Cersei (Lena Headey) era capaz de prever o comportamento de seu filho depois de ganhar tanto poder. O que mais me deixa intrigado, no entanto, é o novo posto que Tyrion (Peter Dinklage), o anão conhecido por todos como ” O Imp”, irá ocupar: A Mão do Rei. Certamente a grande chance dele de ser o verdadeiro Rei e provar que apesar de ser considerado apenas meio homem, em questões de inteligência, ele supera qualquer outro. Sem dúvida, Tyrion Lannister foi o melhor personagem da temporada. Claro que eu gosto do clã Stark, dos lobinhos, de Jon Snow (Kit Harington) e da pequena Arya (Maisie Williams), mas como superar o humor negro, as sacadas geniais e sarcásticas de Tyrion? Creio que seja impossível.

 

Realmente, sou só elogios a Game Of Thrones, série que ganhou uma legião de fãs fiéis com apenas 10 episódios e ainda deve conquistar muitos mais daqui para frente. Agora que acabou, nos resta esperar, porque o inverno não demora a chegar novamente.

Anúncios

4 Respostas to “ESTILO DE VIDA NERD”

  1. limaverde 29/06/2011 às 20:57 #

    A booom, eu achei que fosse o Streptease ahhahaHhhaHa

    Your grace…
    Não sério agora… demais mesmo a série.
    É bom quando conseguem unir bons atores, bons artistas, figurinistas, roteiristas, e aí inclui o próprio autor como chefe e revisor… isso é um resultado de TRABALHO EM EQUIPE, QUEM REALMENTE QUER, FAZ!

    So queria acrescentar que voce nao comentou: A introdução e a música que são sensacionais tb.

    No mais, é isso.

  2. Dmitri Gadelha 29/06/2011 às 18:42 #

    Faço inteiramente minhas as palavras do Ricardo!

    A série se mostrou infinitamente superior a qualquer expectativa. É claro que seria necessário uma série de adaptações e mudanças no enredo para poder transformar a intricada trama do primeiro livro da saga em uma temporada de apenas 10 episódios. No entanto, ao analisar o conjunto, encaro que o resultado final foi extremamente satisfatório. Tanto para quem leu, quanto para quem só assistiu.

    Minha nota também é 10!

  3. Karine Lopes 29/06/2011 às 16:58 #

    Muito boa a série e quero dizer que gosto muito também da Daenerys, acho que ela se superou durante a série. Nota 10 para Game Of Thrones.

Trackbacks/Pingbacks

  1. ESTILO DE VIDA NERD « - 05/04/2012

    […] Depois faço uma matéria focando mais nos jogos e quadrinhos. Não falei da série porque já temos uma matéria escrita sobre ela, mas quem quiser se interar sobre o assunto pode clicar neste link The Game of Thrones. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: