Cajon de Sastre – Especial Tom Hanks

30 jun

Vou falar de atores aqui no (N)ativa, pelo menos alguns. Escolhi primeiro o Tom Hanks, tanto por ter visto dois filmes dele semana passada como também porque ele em sua trajetória mudou muito o estilo de atuar e projetos escolhidos.

Tom Hanks começou nos anos 80 em filmes de comedia e comedia romântica. Mas na década de 90 depois de interpretar um advogado homossexual em Philadéfia, sua vida mudou por completo. Ainda não vi o filme, mas conheço alguém que assistiu na época e falou muito bem.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse ator que hoje em dia, é sinônimo de sucesso de bilheteria e além de filmes de adultos, faz um conhecido amigo das crianças em Toy Story.

Ele dirigiu oito produções entre séries e filmes e escreveu seis. E já produziu 34 títulos. Posso dizer com convicção, que se você pegar pelo menos os títulos citados na matéria e mais À Espera de um Milagre, Toy Story. Vai se emocionar e se divertir muito.

Algumas curiosidades:

– Adora máquinas de escrever e já comprou quase 100 exemplares ao redor do mundo;

– Apoiou publicamente o senador Barack Obama para a campanha presidencial de 2008;

– É fã do seriado  “Law & Order: Special Victims Unit” e já disse que gostaria de um dia trabalhar na série;

– Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 7030 Hollywood Boulevard.

– É convidado frequente do famoso programa de humor “Saturday Night Live”;

– Em 2006, a revista Premiere colocou sua atuação em Quero Ser Grande na 15ª melhor entre as 100 Maiores de Todos os Tempos;

– Também em 2006, o papel de Chuck Noland em Náufrago conquistou 46º lugar entre as 100 Maiores de Todos os Tempos;

– Sua atuação em Forrest Gump rendeu 43º lugar entre as 100 Maiores de Todos os Tempos;

Hanks nasceu em Concord, na Califórnia. Seu pai, Amos Mefford Hanks, era um chef de cozinha e tinha parentesco com a mãe de Abraham Lincoln. Sua mãe, Janet Marylyn, filha de portugueses, era empregada num hospital. Eles se divorciaram em 1960.

Começou a atuar no teatro na Universidade de Sacramento, na Califórnia. Mudou-se para Nova Iorque, onde conheceu sua futura esposa, a atriz teatral Samantha Lewes, que era a atriz principal da companhia. Tiveram o primeiro filho, Colin Hanks antes do casamento, que ocorreu um ano após o nascimento do menino, em 1978. Quatro anos mais tarde tiveram uma filha, Elizabeth Hanks. Porém, a personalidade extrovertida de Hanks começou a se diferenciar da pessoa tímida que era Samantha Lewes e, em 1987, quando Hanks começava a ganhar fama, os dois divorciaram-se. Em 2001 foi diagnosticado um câncer em Samantha, e ela morreu em Março de 2002.

Em 1988 casou com Rita Wilson, uma atriz que ele havia conhecido num episódio de Bosom Buddies, e que reencontrou nas filmagens de Volunteers. Com Rita, Hanks teve mais dois filhos.

Em agosto de 2009 foi eleito vice-presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, entidade responsável pela entrega do Oscar.

Em Nova Iorque as oportunidades não apareceram logo para Hanks, que em pouco tempo estava desempregado. Com 24 anos teve uma chance, um pequeno papel em He Knows You’re Alone, um filme de baixo orçamento.

Nesse mesmo ano, Hanks fez um teste para a televisão e foi contratado para fazer parte do elenco de Bosom Buddies, da ABC. Hanks fazia o papel de Kip Wilson, um jovem publicitário que se disfarça de mulher junto com o seu amigo Henry Desmond, interpretado por Peter Scolari, para entrar num hotel apenas para mulheres.

O papel garantiu-lhe uma maior renda e a mudança para a Califórnia. Porém, após duas temporadas, o programa foi cancelado. Mas, para Hanks, a visibilidade desse trabalho tinha sido suficiente para lançar a sua carreira, garantido a presença em outras séries como Taxi, Happy Days e Family Ties.

Em Family Ties, Hanks fez parte da equipe de softball, onde ele se tornou amigo de Ron Howard, que mais tarde viria a ser o realizador do filme Splash.

Foi exatamente com Splash, uma comédia romântica, que Hanks ganhou mais popularidade. Ele aceitou o papel principal, que havia sido recusado por John Travolta, Bill Murray e Dudley Moore, no filme que contava a história de um empresário que se apaixona por uma sereia, interpretada por Daryl Hannah.

Hanks recebeu 70 mil dólares pelo trabalho, mas a maior recompensa foi ter sido o protagonista de um dos filmes de 1984 de maior sucesso. Esse sucesso garantiu a Hanks inúmeros papeis nos anos seguintes.

Indicações ao Oscar

Big

Em 1988 protagonizou o filme Big (Quero ser Grande), com grande sucesso comercial, atingindo 100 milhões de dólares de receita que levou Tom Hanks à primeira indicação ao Oscar de melhor actor. Nesse filme, Hanks fez uma das cenas mais famosas da década quando tocou com Robert Loggia a canção “Heart and Soul” num piano gigante.

Philadelphia

Após cinco anos nos quais fez muitos filmes, mas de pouco sucesso, Hanks voltou à fama no filme Philadelphia, em que interpreta um advogado homossexual demitido de uma corporação por ser soropositivo. Hanks fez um trabalho intensivo de estudo junto de pessoas soropositivas e homossexuais para aprender como eram as suas vidas. Todo o seu trabalho de estudo fez com que tivesse uma atuação que lhe valeu mais uma indicação para o Oscar, sendo que desta vez Hanks levou a estatueta.

Forrest Gump

No ano seguinte, estrelou o legendário filme Forrest Gump, que contava o crescimento de um jovem portador de debilidade mental de forma única, mesclando comédia e drama, e que mostrava uma visão do desenvolvimento da sociedade dos Estados Unidos nas últimas décadas sendo totalmente influenciado por Forrest. A atuação rendeu-lhe o segundo Oscar e, com ele, Hanks vislumbrou o superestrelato, tornando-se um dos atores mais solicitados dos últimos anos.

Saving Private Ryan

Em seguida Hanks voltou a trabalhar apenas como ator no filme de guerra Saving Private Ryan ( O Resgate do Soldado Ryan), onde ele era o capitão John H. Miller, do exército dos Estados Unidos, encarregado de liderar um grupo de soldados no resgate do soldado Ryan. No filme Hanks teve a oportunidade de trabalhar pela primeira vez com Steven Spielberg. O trabalho final tornou-se um dos filmes mais aclamados sobre a segunda guerra mundial e a sua interpretação garantiu-lhe mais uma nomeação ao Oscar. Ainda por esse trabalho, Hanks recebeu um prêmio inédito na sua carreira, o Distinguished Public Service Award da marinha estadunidense.

Cast Away

Em Cast Away (Náufrago), filme que lhe rendeu a quinta indicação ao Oscar, ele protagoniza uma história de um náufrago, que depois de muito tempo perdido volta à civilização. Muitos entendem como uma injustiça não ter sido Tom Hanks a ganhar o Oscar daquele ano, prêmio que foi para Russell Crowe.

Filmes

Creditos para:

http://www.imdb.com/name/nm0000158/#Director
http://www.adorocinema.com/atores/tom-hanks/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: