Meu Walkman

12 jul

Quero falar de músicas dos anos 80 e 90, principalmente das bandas que fizeram sucesso e ainda fazem e comentar até mesmo suas letras, que vejo que eram muito diferentes das letras atuais. A turma tinha uma letra mais consciente, mais profunda, claro que se falava de futilidades também, mas sinto falta de temas mais concretos.

Escolhi o nome Walkman porque ele representa bem a juventude da época e as músicas, com sua chegada, costuma-se dizer que mudaram os hábitos musicais, uma vez que cada pessoa pode carregar e ouvir seus sons preferidos e, principalmente, sem incomodar outras pessoas. Foi uma inovação mesmo, e até nos anos 90, depois que a fita cassete foi substituída por Cds, sugiram os Discmans que tinham a mesma função. Hoje em dia a garotada e tudo mundo ouve música em Mp3 e suas variações ou nos próprios celulares, a Sony claro criou os Celulares Sony Ericsson Walkmans, parece que estou fazendo propaganda da marca, mas quero mesmo é dizer que como os Walkmans acompanharam a modernidade, muitas bandas que vou falar também existem até hoje.

Eu mesmo era louca pelo Walkman e ganhei o meu com 14 anos, vivia com ele para lá e para cá. Tocava muito Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Madonna, Michael Jackson, Elton John, Phil Collins, Engenheiros do Havaii, Titãs, Ultraje a Rigor e Biquini Cavadão, entre outras.

Depois quando chegou os Cds, eu e minhas primas adeptas a fita cassete, alugamos vários CDs e gravamos para nós, ainda não tinha esse lance de baixar músicas. Ainda tenho muitas fitas cassetes dos anos 90, e pretendo substituí-las por mp3. Porque cara é uma caixa de fitas cassetes… Nessa época começamos a assistir MTV e chegaram as bandas de Seattle com estilo totalmente novo. Conheci muita coisa boa, como Nirvada, Pearl Jam, Hole, Soundgarden, Stone Temple Pilots e Alice in Chains. Mas também na década de 90 tive contato com bandas do Heavy Metal, Punk, Folk, Rock progressivo, Glam Rock, Pop Punk, Rock industrial, Pop Rock e Hard Rock. Muita coisa bacana.

Graças a Deus música não tem idade, nem raça, cor, sexo. Ela é universal, existem os gostos musicais, mas tinha que ser assim e com essa diversidade, temos sorte de podemos escolher o que é mais nossa cara e podemos ouvir algo que esteja de acordo com nossos sentimentos no momento e isso é maravilhoso. A primeira banda que vou falar não foi citada aqui de propósito.  Mas ela foi muito importante na década de 90, vou deixar vocês curiosos , até semana que vêm!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: