Eu Vivo Mal Humorada

18 jul

Faz mais de cinco anos que virei adepta ao vegetarianismo e descobri que não é fácil não comer carne aqui em Fortaleza. Sempre dar trabalho danado achar onde e o que comer. E olha que ainda como peixe, porque precisei abrir uma exceção por conta da saúde, imagina quem não come. Quando chegamos a uma lanchonete ou restaurante e dizemos que não comemos carne, eles dizem; mas tem um franguinho assado ou algo do tipo… Poxa, frango não é carne?

Tudo bem que peixe também é, mas como disse antes, abro uma exceção a esse respeito, só que o vegetariano normalmente nem isso come. E quando vamos a uma festa, ficamos no cardápio de bolinha de queijo e bolo, é complicado. Somos chamados de bestas, frescos e etc…

 Foi difícil convencer meus familiares que era sério o negócio e hoje em dia viajo para casa das minhas tias e elas se preocupam com ter peixe, ovos e até soja na cozinha. Acho legal isso, claro que não gosto de dar trabalho e não sou fresca com comida, mas ser vegetariano é uma opção séria, é que nem escolher uma religião, ou seja, é um estilo de vida, uma forma de filosofia nova que muda todo seu cotidiano. E não é para todo mundo não, têm muitas pessoas que são carnívoras e sofrem quando resolvem parar de comer carne. Além de causar anemia em quem não se alimenta direito. Pesquisei num site e aqui diz o que devemos fazer ao nos torna vegetarianos.

Dicas:

1. O primeiro passo é tomar conhecimento do que é a alimentação vegetariana e os benefícios que ela nos trás.

2. Depois é só parar de comer carnes vermelhas e vai progredindo, deixando de comer gradualmente as carnes brancas. Se você tiver decidido mesmo, pode tirar de vez todas elas do seu prato, isso não vai lhe fazer nenhum mal.

3. Não precisa se preocupar com o que deve ser feito para “substituir” a carne, muitos acham que precisam aumentar o consumo de proteínas, mas na verdade a alimentação brasileira em geral é considerada hiper protéica (muita proteína), portanto, se deixar de consumir a carne e continuar com o restante (arroz, feijão, leites e derivados, legumes etc) não ficará deficiente.

4. Tem um ponto muito importante para que a célula aproveite melhor o ferro no organismo: Sempre que consumir algum alimento com ferro bio disponível (feijões, lentilha) consumir em conjunto alimento com bio disponibilidade da vitamina C (frutas cítricas) e dê preferência para as verduras (folhosos) de coloração verde-escuro, pois contém ferro em sua composição.

Mas nem todo mundo segue tudos esses pontos, eu mesmo falho. em uma ou outra coisa. Enfim, deixei de comer carne não apenas por que acho brutal como são abatidos os animais, mas também porque tenho metabolismo lento e ficava me sentindo empachada, mas para mim não foi difícil, nunca fui muito fã de carne, tipo carneiro e porco nunca comi e olha que oportunidade é que não faltou. Acho estranhíssimo quem come tatu, pato, coelho, rã, jacaré e outros bichos.

Mas estranho mesmo é você não comer carne sendo nordestino, não é preconceito meu é um conceito mesmo imposto pelos nossos ancestrais. É natural um hindu não comer carne, mas não um brasileiro nascido no nordeste. Por isso o povo estranha quando você chega a um restaurante, bar, lanchonete, botiquim da esquina e pergunta se tem algo de queijo e eles sempre te oferecem presunto, frango, salsicha.

E os fastfoods da vida também não ficam atrás, quando vou ao cinema sempre como no Kalzone, não porque morro de amores, mas porque lá tenho opções. Lembro bem que estava enjoada de comer calzone e tive que comer salgadinhos comprados na Americana. Fora pizza do Pizza Hut e agora os sanduiches do Subway são poucas as opções de fast-foods. Claro que tem os restaurantes com peixes e os de sushis e de comidas chinesas, mas no shopping não tem nada especializado de verdade.

Claro que sei que temos aqui na capital uns restaurantes vegetarianos, apesar de caríssimos, pelo menos eles têm pratos mais variados. E uma ou outra lanchonete com sanduíches naturais que têm mais variedades para quem não come carne.

Dicas de onde comer:

Centro Aquariano
Funciona há 20 anos. Especializado em alimentação natural, vegetariana e alternativa.Av. Santos Dumont, 2511 – Aldeota.
Aberto de segunda a sábado, de 11h às 15h30 e de 17h às 19h30.
Fone: (85) 3261.8976.

Bambu – Lanches Vegetarianos
Massas, pães, salgados, kibe, sanduiches, patês, feijoada, lazanha, brioche, etc.
Av. Viena Weyne, 255 – Cidade dos Funcionários.

Damodara (self-service lacto-vegetariano)
Avenida Santos Dumont 3000, loja 21
Acesso pela Rua Desembargador Leite Albuquerque
Telefones: (85) 2240985 / 264.7815
Fortaleza – CEhttp://www.geocities.com/damodaradasa/

Fonte da Saúde
Rua Pedro, 339
Vegetariano a quilo, excelente.
Fortaleza – CE

Good Salads
Com uma grande variedade de pratos quentes e mais de 15 tipos de saladas variadas.
Rua Coronel Jucá, 480.
Fone: (85) 32167.5633.

Gergelim
Com dois ambientes, um climatizado e outro ao ar livre.
Av. Barão de Studart, 1043 – Aldeota.
Funciona de segunda a sábado, das 11h às 15h, aos domingos, até 16h.
Fone: (85) 3261.9394.

Novo Fogão
Vende sushi vegetariano.
Av. Barão de Studart, 999 – Aldeota.
Funciona de segunda à sexta, das 11h às 22h. Sábados e domingos, das 11h à meia noite.
Fone: (85) 3264.1211.

Somah
Ambiente rústico e arborizado, estilo taberna ao ar livre.
Rua Norvina Pires, 42 – Aldeota.
Fone: (85) 3264.5368.

Verdelima Restaurante
Cardápio estilo self-serve cuidadosamente pensado por uma nutricionista que prioriza alimentos integrais e orgânicos.
Funciona de 11h30 às 14h. (fecha dom.)
Rua Dom Sebastião Leme, 157 – Bairro de Fátima.
Fone: (85) 3257.7013.

Verdelima Restaurante

 Rua Joaquim Nabuco, 1283 –  Aldeota

Telefone: 3224-4807 Horário: 11h30/14h30

Uma notícia interessante:

Casal bilionário abre rede de fast-food vegetariana em Nova York e Londres

O mesmo casal de bilionários indianos que causou rebuliço na Austrália, no mês passado, acaba de inaugurar a mais nova rede de fast-food vegetariana chamada “Otarian”. Duas unidades em Nova York e outras duas em Londres. Continuar lendo a notícia, clique aqui. Espero que eles vejam o Brasil como público alvo.

 

Aqui um pouco da matéria da Super Interessante sobre o assunto.

Deveríamos parar de comer carne?

A decisão sobre que comida colocar no prato tem implicações econômicas, ambientais, éticas, históricas e religiosas. Saiba as vantagens e desvantagens do alimento.

Comer não é só uma questão de matar a fome. A decisão sobre que comida colocar no prato tem implicações econômicas, ambientais, éticas, culturais, fisiológicas, filosóficas, históricas, religiosas. Embora a porcentagem de vegetarianos venha se mantendo mais ou menos estável ao longo da história, há um interesse crescente no assunto – restaurantes naturais e vegetarianos ficam lotados na hora do almoço, tornou-se comum, pelo menos nas classes médias urbanas, a preocupação em reduzir o consumo de carne, e surgiu uma indústria bilionária de produtos naturais que, nos Estados Unidos, já movimenta quase 8 bilhões de dólares.Esta reportagem não ensina você a comer. Felizmente, essa ainda é uma decisão pessoal, que depende apenas do seu julgamento sobre o que é certo e o que é errado e – não menos importante – do seu gosto. O que essa matéria faz é tentar ajudar na decisão com o máximo possível de informação insuspeita sobre cada um dos muitos aspectos envolvidos nessa importante decisão. Se você, depois de terminá-la, vai devorar um brócolis ou um cheeseburger, já não é assunto nosso. Só esperamos que, terminado o texto, ao decidir o que comer você saiba o que está fazendo e o que isso implica.

Se quiser ler mais clique aqui.

De qualquer forma, se quiser ser vegetariano pense bem a respeito e comece lentamente respeitando seu organismo.

Anúncios

2 Respostas to “Eu Vivo Mal Humorada”

  1. limaverde 18/07/2011 às 21:02 #

    Kátia, só uma observação, o Restaurante Verdelima são dois, um na Sebastião Leme e outro na Joaquim Nabuco, esse sim abre aos domingos, o da Sebastião leme não.

    Valeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: