Cajon de Sastre – Especial Signo de Touro

28 jul

TOURO

Touro é o segundo sígno do zodíaco, representando crescimento e desenvolvimento. Nascidos em 21 de Abril a 20 de Maio, são regidos por esse signo.

É o primeiro signo de terra e como tal mostra o espírito plenamente encarnado, criando raízes. Touro representa o aspecto acalentador do ego – cuidado, administração e manutenção. Em termos humanos simboliza o crescimento pessoal constante da infância à adolescência.

Regido por Vênus, o taurino busca harmonia e se interessa por tornar seu ambiente belo. É profundamente envolvido com o mundo material. Portanto ter posses e estabelecer segurança é vital em sua existência. Como o signo de Touro é fixo e seu elemento é Terra, em geral é descrito como teimoso e briguento (como o animal que o simboliza, o touro), mas em prol da harmonia pode tornar-se surpreendentemente flexível.

Touro pode ser visto como um estágio evolucionário entre Áries e Gêmeos que transmuta energias ardentes, diretas e descomplicadas em etéreas, expansivas e mutáveis.

Mitos de Touro

Afrodite, a nascida das espumas, era filha de uma mistura do sêmen de Urano e da água do mar. Era cultuada em Roma como Vênus, deusa do amor e da beleza. Indolente e caprichosa preferia o prazer ao trabalho árduo. Vingava-se daqueles a quem não conseguia seduzir. Apesar de bela e irresistível, Afrodite foi obrigada a casar com Hefestos. Este era feio e coxo, embora fosse hábil. Cubria Afrodite das mais belas jóias e, ainda assim, a bela deusa traiu seu esposo de várias maneiras. Seu grande amante foi Ares, com quem gerou quatro filhos: Eros (Amor), Harmonia, Deimos e Fobos.

O grande amor de Afrodite foi Adônis. Este foi entregue a Perséfone para criá-lo. Apaixonada também pelo rapaz, Perséfone contou a Ares da traição de Afrodite. Ares transformou-se num animal selvagem e quando Adônis saiu para caçar foi atacado e morto pelo amante enciumado. Assim, Afrodite sentiu a mesma dor que impusera a todos os seus amantes, naquele momento em que Adônis morrera.

Outros mitos importantes são o de Deméter e o de Teseu.

No antigo Egito, o boi Ápis era filho do primeiro raio matinal do deus-sol Rá, que fecundou a terra do fundo do rio Nilo. Na Grécia, o touro representa os instintos, as paixões sensoriais. É consagrado à Dioniso, deus da fecundidade viril. Na mitologia grega, Zeus transformou-se em touro para raptar e seduzir Europa. A história do Minotauro retrata a dinâmica taurina. Minos, rei de Creta, havia conquistado o poder através do auxílio de Poseidon, que fez um trato com Minos: prometeu a ele a supremacia dos mares, se este lhe oferecesse em sacrifício um belo e perfeito touro branco que fazia parte de seu rebanho. O deus Poseidon cumpriu sua parte no trato, mas Minos não. Engana Poseidon e oferece outro touro. Poseidon fica muito irritado e pede ajuda à Afrodite para se vingar. Ela aflige a mulher de Minos com uma paixão avassaladora por um touro branco. Da união dos dois nasce o Minotauro, criatura horrenda com cabeça de touro e corpo de homem. Minos não ousa matar o Minotauro, pois reconhece a punição do deus.

Mas, tem de escondê-lo. Constrói um grande labirinto e esconde o Minotauro em seu interior. Duas vezes por ano precisa alimentá-lo com jovens virgens.

Um desses jovens é Teseu. Recebe a ajuda de Afrodite, que faz com que Ariadne, filha de Minos, apaixone-se por Teseu e lhe ofereça um novelo de fios para orientá-lo de volta à saída do labirinto. No final, Teseu destrói o Minotauro, libertando Atenas e os jovens que estavam no labirinto tornando-se o rei de Creta.

As passagens apresentadas têm muitas das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre “21 de abril” e “20 de maio”, ascendente em Touro e que tem Vênus como planeta importante no Mapa Natal.

A Personalidade do Taurino

Se Touro representa o segundo período da vida, entre os sete e quatorze anos de idade, o taurino pode ser comparado à criança que controla mais seu ambiente imediato – o aprendizado do que lhe pertence e do que não lhe pertence. Com as posses advém dupla responsabilidade: aprender a usá-las e cuidar delas. A manutenção surge como tema importante aqui, uma vez  que a criança aprende que as coisas duram mais e funcionam melhor se tratadas com cuidado.

Além disso, é desenvolvida a capacidade de dividir e de comercializar. Enquanto os pais eram a principal fonte de apoio nos sete primeiros anos, o segundo estágio da infância focaliza o aprendizado de fazer as coisas por conta própria e o avanço para autonomia. Com isso vem a compreensão por vezes dolorosa de que não somos sempre o centro das atenções. Papéis significativos devem ser estabelecidos com relação aos írmãos e colegas de escola; a cooperação surge como uma habilidade importante que deve ser desenvolvida.

Taurino mostra grande interesse por assuntos materiais, do sexo aos alimentos, passando pelos esportes, como faz a criança em desenvolvimento. Embora estabelecer e dar forma a projetos seja um de seus pontos fortes, o taurino não anseia por constante atividade como o ariano; na verdade, ele gosta muito de descanso e conforto. Também pode fun

cionar como agudo observador – é valioso e perspicaz conselheiro no que tange às atividades dos outros. O taurino  em geral desenvolve a capacidade de contemplar, planejar cuidadosamente uma estratégia e esperar pelo momento oportuno para implementar seu plano. Entretanto corre o risco de procrastinação e de perder o impulso para a ação.

Taurino gosta de fazer parte de uma equipe, mas conserva em grande medida sua autonomia; seus impulsos e individualidade dominantes em geral impedem-os de ficar muito tempo no papel de seguidor. Fazendo jus à sua reputação de obstinado, seus colegas de trabalho podem periodicamente se defrontar com sua conclusão final: “do jeito que eu quero ou de jeito nenhum”. O taurino pode ser acusado de egoísta; é justo, ele protege primeiro seus interesses. Mas no fim ele adota o interesse das pessoas queridas que o cercam. Vive para quem ama.

Corpo: Robusto, seco e sólido, de porte entroncado. Olhar contemplativo, linguagem colorida e voz melodiosa. Ritmo biológico lento. Tendência sectária, progressão gradativa e perseverante. Economia de energia vital, atraindo vida longa com congestões do fluxo energético, alimentar ou sangüíneo.

Referência anatômica: garganta e pescoço.
Remédio de fundo: Natrum Sulfuricum.
Ervas harmonizantes: melissa, artemísia.

Incensos: Pinho, Eucalipto, Cravo e Ca

nela.

Psique: Ação predominante da percepção e dos sentidos sobre a base física. Ego expansivo-afetivo. Desejo de segurança e estabilidade; Caráter altruísta e paciente. Temperamento pacifico e conservador; humor estável, com períodos irascíveis. Possessividade. Pensamento de fluxo constante, conteúdo prático concreto. Atenção concentrada, boa memória. Gosto hedonista e moral severa e disciplinada. Impulsos naturais acíclicos. Tendência à indulgência, preguiça e rotina.

Afetividade: Constante, meiga e sensual. Paixões profundas e duradouras. Confiança, respeito e fervor. Busca de relações tranqüilas e seguras. Amor cuidadoso, possessivo e esforçado.

Touro é um mantenedor.
Isto quer dizer que ele precisa possuir. É aquela criança que irá agarrar-se ao seu brinquedo, pequenininha, dizendo enfaticamente: “É meu”.

A principal característica do signo é um espírito positivo, de realização e praticidade.

Touro precisa sentir uma ligação especial com a terra, se sentirem donos de um pedaço de chão.
Nos nativos de Touro encontramos os temperamentos fortes, obstinados, perseverantes.
São trabalhadores e pessoas dedicadas que chegam sem precipitação.

As reações são ponderadas, mas uma vez a decisão tomada, é difícil que se desvie da rota estabelecida.

São pessoas que gostam do conforto, da boa mesa, do estético – enfim dos pequenos prazeres da vida.
Sua natureza é com freqüência reservada e tímida, camuflada sob um porte de distinção e elegância.
Tendem a uma postura conservadora, gostam de manter sua rotina e pequenos hábitos.

Sua maior busca é a segurança.

O Homem de Touro

Como vimos acima, quase sempre relacionamos o signo com a figura mítica masculina, que não manifesta muita feminilidade. É muitas vezes belo, de forma agradável, de traços perfeitos, gosta de se vestir bem. Mas ele é antes de qualquer coisa muito sensual, e se deixa levar por paixões violentas, onde ele se entrega sem restrições, com uma ardente sensualidade. Ele literalmente, cheira, suga, come, e possui sua companheira! Mas se você preferir um amante mais refinado, então prefira alguém de Libra, ou de Peixes ou até Escorpião. O taurino não saberá amá-la de outra forma a não ser diretamente, de forma simples e possessiva.

Ele será sem dúvida fiel, portanto, tome cuidado para não traí-lo. Ele não gosta dos joguinhos de palavras, dos rodeios femininos, dos ciuminhas infantis. Ou ama ou não ama, ou está comigo ou não está, não tem meio termo. Portanto, seja sempre sincera pois, se ele pode amá-la para sempre, também poderá odiá-la para sempre. Sendo convencional ele procurará uma relação convencional, e como é preguiçoso, pode preferir ficar em casa vendo televisão do que partir para grandes e românticas aventuras com a sua amada.

A Mulher de Touro

A deusa Hator da mitologia egípcia, possui como símbolo na cabeça um chifre de vaca com um disco solar no meio. Na mitologia grega a deusa Vênus é a deusa-vaca, sem pensarmos na forma pejorativa que nossa linguagem lhe atribuiu atualmente.

Existem dois tipos de mulheres de touro, uma bem venusiana, linda, de corpo perfeito, sempre vestida com roupas caras, jóias e perfumes, muitas vezes em demasia. Às vezes são rechonchudas e indolentes e muito preocupadas em agradar os homens. Com o poder a deusa da Terra elas são o ideal feminino de muitos homens

Elas podem ser devotadas e fieis, mas precisam de segurança e de mimos (presentes palpáveis, é claro!). Muitas vezes elas são atraídas por homens de signos de fogo, que, infelizmente são no zodíaco os menos confiáveis. Justamente elas que precisam tanto de segurança! Sendo bastante possessiva, dificilmente se satisfaz com um flerte, e acaba segurando o seu homem em armadilhas sedutoras, com sua sensualidade e com artimanhas, literalmente ‘agarrando o seu homem pela boca’ (em todos os sentidos!).

As outras taurinas, podem ser mais simples, bem do gênero ‘mãe-terra’, mais ligadas ao campo, à terra, que são como a figura da grande ‘mamma’, sempre na frente de um fogão, fazendo o pão caseiro para o seu homem. Aquela simplicidade da casinha de campo, rodeada de flores, com as vaquinhas pastando no quintal, bem, este é o cenário ideal desta mulher de touro. Portanto se você gosta de sofisticação, fique longe dela. Ela não aprecia tampouco a infidelidade, pois não compreende como alguém pode mudar de idéia. Quando ela diz “eu te amo” é para a vida inteira!

O Touro e o amor

O taurino (e a taurina) é muito sensual, ama o belo, aprecia o romance, e gosta de sexo. Sim, aquele sexo saudável e diário de que ele tanto precisa. No amor, assim como na vida, ele cumpre suas promessas, portanto nunca duvide do que ele lhe dirá. Ele é bastante tradicional e não esquecerá o anel de noivado, as flores no aniversário, etc., porque desta forma ele demostrará aquelas emoções que não sabe muito bem descrever.

O taurino, pode entrar e sair rapidamente dos relacionamentos somente se estiver em busca de prazeres sexuais, mas quando ele se apaixona, então procurará um relacionamento estável. Dê-lhe a sensação de segurança e o terás para sempre! O homem de Touro pode ser muito paciente se você estiver doente (de verdade), mas não tente lhe explicar doenças imaginárias, ele não as compreenderá e ficará furioso ou frustrado com suas atitudes.

Não esqueça, com ele não existe meio termo. Seja sempre simples e direto/a com alguém deste signo e você o terá para sempre. Vocês se lembram daquele ditado: Não tenho tudo o que eu amo mas amo tudo o que eu tenho? Bem, ele me parece adequado a este signo.

Signos relacionados:

A Triplicidade da Terra: Touro, Virgem, Capricórnio

Com os outros signos de Terra haverá uma relação natural, de afinidades mas dificilmente o Taurino aceitará o pragmatismo de Virgem ou a complexidade emocional do Capricorniano. Terá então com eles uma relação estável, mas sem paixão, e sem aquela sensualidade que lhe é tão necessária. Duradoura, sem dúvida, mas chata!

A Triplicidade de Água: Câncer, Escorpião e Peixes

Sendo os signos de Água muito sensíveis, podem se relacionar muito bem com o sensual taurino, assim como a terra se mistura com a água para formar o barro. Os signos de Água são sentimentais e sensíveis podendo se completar maravilhosamente com os signos de Terra, sensuais e mais realistas. Como os signos de Água têm dificuldade em lidar com as coisas materiais, o Taurino lhes conferirá estas qualidades, trazendo equilíbrio na relação. Apesar disso, o elemento água, como não contém o lado animal, pode falhar na hora de dar aquela centelha de fogo que o taurino tanto busca.

A Triplicidade do Fogo: Áries, Leão e Sagitário

Aqui o Taurino talvez encontre mais paixão, mais sexualidade, mais prazer. O perigo é que para os natos dos signos de Fogo, isto pode durar pouco, e então será o taurino que acabará sofrendo, pois não conseguirá a almejada estabilidade no relacionamento. Mas a paixão, esta sim, valerá a pena! Além disso, os signos de fogo estão sempre em busca de ‘algo mais’, e isto poderá também incomodar o acomodado taurino.

A Triplicidade do Ar: Gêmeos, Libra e Aquário

Aqui pode haver um verdadeiro abismo já que o prático signo de touro não vai intender a eterna busca intelectual do signo de Ar. Além disso, os signos de ar são instáveis e voláteis, além de intelectuais, tão diferentes dos plácidos e simples taurinos. Não são os melhores relacionamentos, a menos que o taurino ame muito, mas muito, os desafios! (coisa que eu não creio) Ele não poderá ‘tocar’ o ar, e isto o deixará inseguro. A linguagem abstrata dos signos de Ar, Gêmeos (será cansativo), Libra (lindo mas muito etéreo) e Aquário (intelectual demais), podem deixá-lo literalmente exausto. Portanto, taurino, esta não é sua praia.

São pessoas que precisam: Segurança acima de todas as outras coisas. Rotinas, exercícios regulares, pequenos prazeres cotidianos, rodear-se de beleza e, se for possível, luxo. Tempo para desenvolver seus desejos no ritmo em que acharem necessário. Sombra e água fresca.

Na melhor das hipóteses são: Construtivas, afetuosas, dedicadas, calmas, fecundas, fiéis, fortes, gulosas, provedoras de prazeres, sensuais, emocionalmente estáveis, de boa natureza e boas intenções, de coração cálido, perseverantes, competentes no que fazem.

Na pior das hipóteses são: Obstinadas, preguiçosas, dominadoras, inflexíveis, possessivas, materialistas, empacadas, preconceituosas, passivas e resistentes a todas as mudanças.

Quando pensam são: Cuidadosas, competentes e preferem a lógica à intuição. Raciocinam lentamente, porém chegam sempre a uma conclusão. Preferem procurar a verdade, ainda que ela doa um pouco. Ponderam profundamente as perguntas que lhes façam, e se apegam aos valores pessoais.

Quando agem são: Sistemáticas. Mostram tendências artísticas, sem no entanto colocá-las em jogo. Preferem apreciar a arte a produzi-la, mas quando a produzem se destacam pelo tamanho grande de suas obras. Ressentem-se com as adversidades.

No trabalho são: Laboriosas e firmemente produtivas, podendo-se confiar que a tarefa será realizada. E ela será mesmo desde que lhes interesse. Prestam atenção aos detalhes e encaram as responsabilidades. São íntegras e sabem administrar dinheiro.

Gostam: Boa comida e bebida. Arte, flores e vida no campo, onde haja água e o clima seja agradável, para que o odor da terra prevaleça. Música, especialmente quando tenha alguma voz que entoe melodias clássicas ou folclóricas. Pequenos prazeres.

Detestam: Sons dissonantes, coisas feias ou complicadas, pessoas autoritárias, hipocrisia, falta de sinceridade, argumentações, dívidas, mudanças súbitas, falta de higiene, ou passar tempo demais fora do meio ambiente conhecido.

Socialmente são: Amigas generosas e firmes, mas também implacáveis quando se convertem em inimigas. Provedoras de conforto, hospitalidade e um bom ombro onde apoiar-se nas horas difíceis. Ouvem tudo com muita atenção e receptividade.

No amor são: Indulgentes e demonstrativas de suas emoções. Muito realistas a respeito do par que as acompanha, são capazes de brindar com estabilidade. Dotadas de uma sensualidade extrema, que não hesitam em colocar à disposição para o que der e vier.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: