Appetizers – Cultura

12 ago

Clique para Ampliar

O espetáculo As Centenárias 

Protagonizada pelas atrizes Marieta Severo e Andréia Beltrão, a comédia ´As Centenárias ´ estreia hoje em Fortaleza. O público confere com muito humor o dia em que a morte finalmente poderá ser enganada

Mais uma vez dividindo o palco, Marieta Severo e Andréa Beltrão provam que a parceria de mais de 20 anos é sempre um grande sucesso. Em “As Centenárias”, peça que estreia hoje em Fortaleza, elas dão vida a duas carpideiras nordestinas e mostram que a morte pode ser encarada com lágrimas, mas, acima de tudo, com muitas risadas.

O espetáculo, com texto de Newton Moreno, direção de Aderbal Freire-Filho, e participação de Sávio Moll,  explora os ritos e personagens da tradição popular pernambucana que evocam a morte. Marieta Severo explica que o tema central é a amizade entre as duas mulheres, mas que tem, contraditoriamente, a morte como pano de fundo.

Andréa Beltrão acrescenta que, nesse contexto “ela é tratada com deboche e desafiada com uma linguagem humorística. Ao mesmo tempo, é capaz de despertar momentos poéticos”. As ´velhinhas´ Chorar pelo defunto alheio é a profissão de Socorro (Marieta Severo) e Zaninha (Andréa Beltrão).

A carpidagem é uma função milenar e essencialmente feminina trazida pelos portugueses para o Brasil (basicamente o Nordeste), mas que se encontra quase extinta. A missão das duas é, portanto, confortar os familiares e, por que não, tentar enganar a “indesejada” através da esperteza adquirida do saber popular. Tornaram-se centenárias justamente por terem feito um pacto com a morte.

O desenrolar da trama nada mais é do que a contação de causos de antigos velórios relembrados enquanto esperam pela caixão de um defunto que ainda não chegou. A passagem de tempo em “As Centenárias” é uma marca fundamental, pois acaba por contar a história do progresso.

De 1921, quando Zaninha vê o trabalho da carpideira Socorro no velório da mãe, até 2006, quando as duas já são velhas companheiras de profissão (Socorro tem 116 anos e Zaninha, 111), são muitas histórias.

PARA VIVER Socorro e Zaninha, Marieta Severo e Andrea Beltrão têm de cantar e manipular bonecos

No Teatro Via Sul Shopping, Hoje e Amanhã as 21 horas.

Ingressos: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)

Informações: 34044027

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: