Cajon de Sastre – Especial Dia do Sexo

6 set

Dez bons motivos para comemorar o
Dia do Sexo na prática

Faz bem para o coração, melhora a beleza da pele e queima as calorias de um pedaço de bolo. Quer mais razões? Nós temos várias!

“Dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados. Em meio a tantas datas comemorativas no nosso calendário oficial, por que não criarmos um dia em homenagem àquilo que deu origem a tudo: o sexo?”. É com esse discurso que, há três anos, a empresa de preservativos Olla lidera um movimento nacional pelo Dia do Sexo. A data escolhida é bem sacada e faz alusão a uma posição sexual bastante conhecida: 6/9.

O movimento vem ganhando simpatizantes e tem repercutido também nas redes sociais. Bons motivos para comemorar o Dia do Sexo não faltam, nós listamos pelo menos dez bem convincentes e animadores.

1. Melhora a beleza da pele 
Aquele velho ditado não está errado: “sexo faz bem para a pele”. Uma descarga hormonal muito intensa é liberada durante o ato sexual. E é o estrogênio, presente na mulher em maior nível no momento da excitação, o grande responsável por essa melhora na aparência. “Ele faz bem para a textura da pele e para o cabelo, que fica mais brilhante”, explica a sexóloga Carla Cecarello.

2. Diminui o risco de infarto
Faça com empenho. A atividade física realizada durante o sexo auxilia na circulação sanguínea e, consequentemente, favorece o coração. Um estudo publicado pelo “Journal of Epidemiology and Community Health” comprova que manter relações sexuais de uma a duas vezes na semana diminui pela metade o risco de infarto.

3. Queima calorias 
O livro “Como Emagrecer Fazendo Sexo” (Ediouro, 160 páginas) faz relações divertidas entre comida e queima calórica. Confira algumas comparações: uma hora de preliminares intensas queima uma fatia grande de bolo de chocolate; 53 minutos de beijo de língua derretem um cheeseburger com 14 fritas; 15 minutos de sexo oral queimam 11 uvas; 14 minutos de carícias eliminam uma colher de sopa de musse de chocolate; e um sonho erótico com ejaculação involuntária queima 16 calorias.

4. Melhora a autoestima
Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade do Texas, praticar sexo uma vez por semana aumenta a autoestima. A troca existente durante a transa faz homens e mulheres se sentirem mais seguros e desejados – e assim autoconfiantes. Jaqueline Barbosa, 22 anos, autora do blog “Casal Sem Vergonha” e namorada de Emerson Viegas, confirma o sentimento: “O sexo, definitivamente, faz com que eu me sinta mais bonita, sexy e também desejada. E não há nada melhor do que você se sentir assim”, conta.

5. Fortalece a musculatura 
A relação sexual frequente pode ser considerada uma atividade física: melhora a elasticidade corporal e fortalece a musculatura – inclusive da região pélvica, a mais difícil de ser exercitada. O enfraquecimento da musculatura dessa área pode contribuir para a ocorrência de incontinência urinária e/ou “queda de bexiga” nas mulheres. “Mas durante o orgasmo feminino, o órgão pode contrair entre duas e cinco vezes, e isso ajuda na prevenção”, conta Cecarello.

6. Aprimora o desempenho 
As pessoas falam muito de sexo, mas praticam pouco. Seja por preguiça ou por conta da rotina carregada, o sexo acaba ficando de lado no dia a dia. Contudo, só a prática aprimora o desempenho na cama. E isso não tem a ver com dar espetáculo e subir no lustre, mas sim com conhecer melhor o próprio corpo em busca de relações mais intensas e prazerosas. Dar mais prazer ao parceiro e buscar formas para isso também são decisões que precisam ser praticadas.

7. Aumenta a imunidade 
Cientistas da Wilkes University, nos Estados Unidos, apontam que fazer sexo uma ou duas vezes por semana melhora o sistema imunológico. A prática constante eleva os níveis de anticorpos encontrados na saliva e previne doenças como, por exemplo, a gripe e a febre comum.

8. Alivia o estresse
Os hormônios responsáveis pelo estresse são reduzidos durante a prática sexual, aponta um estudo publicado na revista Biological Psychology. Emerson Viegas – o lado masculino do “Casal Sem Vergonha” – fala sobre a estabilidade emocional que o sexo proporciona: “Acabo acumulando muito estresse por causa do trabalho e o sexo funciona como um aliviador. Tem gente que bebe, tem gente que fuma, eu faço sexo”, brinca.

9. Aproxima o casal
Quem vive um relacionamento fixo sabe que às vezes a coisa esfria. Porém, um estudo surpreendente divulgado pelo livro “Felizes Para Sempre – A Ciência Para Um Casamento Perfeito!” (Universo dos Livros, 368 páginas) diz que até mesmo o sexo sem muita vontade faz bem para o casamento. A explicação é que essa relação desencadearia no cérebro a liberação de hormônios vasopressina e ocitocina, que fortalecem os vínculos entre as pessoas. Obviamente a ideia não é fazer sexo forçado, mas fazê-lo mesmo com preguiça.

10. Dar aquela cochilada gostosa… 
Tem cochilada melhor do que aquela posterior ao sexo? Depois do orgasmo, homens e mulheres produzem altos níveis de prolactina. O hormônio, conhecido por ativar a produção de leite, funciona como um “freio sexual” e provoca aquela típica preguiça do depois.

Agora é só comemorar.

Site da Olla com várias coisas interessantes sobre o dia.

http://www.diadosexo.com.br/#/home

Dicas de filmes Picantes e Eróticos para ver e se inspirar…

A Insustentável Leveza do Ser – o jovem cirurgião interpretado por Daniel Day-Lewis é um galanteador que gosta de colecionar parceiras sexuais. O filme traz ainda Juliette Binoche e Lena Olin em um dos triângulos amorosos mais quentes do cinema.

De Olhos Bem Fechados – um roteiro repleto de fantasias e cenas eróticas! Tom Cruise parte em busca de novas aventuras sexuais depois que Nicole Kidman confessa fantasiar com outro homem.

Os Sonhadores – É interessante, provocante, excitante, dramático e sensual. A história ótima, e tem uma trilha fabulosa.

Instinto Selvagem – Em São Francisco, o policial Nick Curran (Michael Douglas) fica fortemente atraído por Catherine Tramell (Sharon Stone), a principal suspeita de um assassinato. Apesar de ter consciência dos riscos que corre, Curran se expõe cada vez mais, mesmo quando novas mortes ocorrem.

Último tango em Paris – Enquanto procura um apartamento em Paris, uma bela jovem (Maria Schneider) conhece um americano (Marlon Brando), cuja esposa recentemente cometeu suicídio. Instantaneamente um deseja o outro ardentemente e iniciam naquele momento um tórrido affair.

9 Semanas e 1/2 de Amor – Elizabeth (Kim Basinger) é uma bela e sexy mulher que trabalha em uma galeria de arte e se envolve com John (Mickey Rourke), um rico homem. Eles se envolvem rapidamente e começam a praticar jogos sexuais cada vez mais intensos, que torna o relacionamento cada vez mais complicado e difícil de ser controlado.

Pecado Original – No exótico mundo de Cuba Luis Antonio Vargas (Antonio Banderas), um rico comerciante de café, acerta os detalhes de seu casamento acertado pelo correio. Porém, pouco após sua futura esposa chegar à sua casa ele descobre que ela na verdade é uma impostora, que não o ama e está apenas interessada em sua fortuna.

Orquídea Selvagem – Para comprar um resort Claudia Dennis (Jacqueline Bisset) viaja para o Rio de Janeiro com Emily Reed (Carré Otis), uma jovem advogada recém-contratada que é vulnerável e inocente. Ao chegar Emily se envolve com um milionário, James Wheeler (Mickey Rourke), que tem um estilo de vida incomum.

Um Toque De Infidelidade – Larry e Maria se conhecem na recepção do casamento entre o tio dele e a mãe dela. Na mesma festa seus respectivos cônjuges começam a ter um caso e, para se vingar, os dois resolvem também fingir que tem um romance. Mas a cada vez maior aproximação entre os dois pode desenvolver algo além do que uma simples mentira.

Infidelidade – Num subúrbio de Nova York Connie Sumner (Diane Lane) leva uma vida feliz e segura ao lado de Edward (Richard Gere), com quem está casada há 11 anos e tem um filho, Charlie (Erik Per Sullivan), que amam muito. Aparentemente nada poderia se interpor na felicidade deste casal, mas este amor será posto à prova quando Connie, ao se ver no meio de uma ventania muito forte em uma pequena rua do Soho, acaba derrubando Paul Martel (Olivier Martinez), um belo e sensual francês que carregava uma pilha de livros.

Ligações Perigosas – França, 1788. A Marquesa de Merteuil (Glenn Close) precisa de um favor do seu ex-amante, o Visconde de Valmont (John Malkovich), pois seu ex-marido está planejando se casar com uma jovem virgem e ela deseja que o Marquês, que é conhecido por sua vida devassa e suas conquistas amorosas, a seduza antes do dia do casamento.

Império dos Sentidos –  Num bairro burguês de Tóquio, Abe Sada, antiga geisha tornada empregada num restaurante, gosta de espiar as brincadeiras amorosas dos seus patrões e de, de vez em quando, satisfazer velhos pervertidos. Fortemente excitado por ela, Kichizo, o seu patrão, arrasta-a para uma espiral erótica que os afasta progressivamente do mundo exterior.

Delta De Vênus – Nuvens carregadas acumulam-se sobre a Europa às vésperas da 2ª Guerra Mundial, mas os cafés de Paris prosperam. Elena (Audie England), uma jovem escritora americana, declara seu amor por Lawrence (Costas Mandylor, Império do Crime), um elegante romancista francês.
O ardente relacionamento entre eles conduz Elena a uma extraordinária trajetória de despertar sexual.

Jade – Quando o milionário Kyle Medford (Ron Ulstad) é morto o promotor David Corelli (David Caruso), a psicóloga Trina Gavin (Linda Fiorentino) e o advogado Matt Gavin (Chazz Palminteri) se vêem presos numa teia de poder, paixão e mentiras.

Laurel Canyon – Rua das Tentações – Jane (Frances McDormand) é uma produtora de discos veterana que vive na rua Laurel Canyon, que fica no coração de Hollywood e por décadas foi ponto de encontro de diversos músicos, atores e boêmios.

Perdas e Danos – Stephen Fleming é um dos líderes do parlamento inglês. Um homem com reputação intocável e comportamento familiar exemplar. Isto até mergulhar de cabeça numa perigosa aventura de amor e sexo.

8 MM 2 – Sem Cortes – Em meio a um sórdido cenário no submundo dos shows de strip-tease, clubes de nudismo e sexo ao vivo pela internet encontra-se David Huxley (Johnathon Schaech de Segredo de Sangue), um aspirante a político que pode vir a perder tudo.

Invasão de Privacidade – Uma série de misteriosas mortes atinge um edifício de luxo em Manhattan enquanto uma nova moradora (Sharon Stone) se envolve com um dos vizinhos (William Baldwin), mas também é desejada por um outro (Tom Berenger) e gradativamente vai chegando a conclusão que um deles é o assassino.

Calígula – O único que mostra o show de perversões que o Império Romano escondia, e conta a história de Calígula o mais louco dos imperadores, que mantinha um bizarro caso sexual com sua irmã, e era casado com a mais infame das prostitutas.

A Bela da Tarde – A história de Séverine (Catherine Deneuve), jovem rica e infeliz que procura um discreto bordel para realizar suas fantasias sexuais e conseguir o prazer que seu marido não consegue lhe dar.

Lolita  – Erudito professor universitário britânico vai trabalhar nos Estados Unidos e lá fica tão obcecado por uma ninfeta de 14 anos que casa sua mãe, para estar próximo dela. Porém, quando a esposa morre atropelada ele acredita ser o momento adequado para seduzir a enteada, mas algo acontece que pode prejudicar seus planos.

O Libertino – John Wilmot (Johnny Depp), o 2º Conde de Rochester, é um rebelde provocador e um gênio literário da restauração inglesa do século XVII. Wilmot é convocado pelo rei Charles II (John Malkovich) a escrever uma peça, com a responsabilidade de que ela precisa ser magistral e que impressione a corte francesa. Apaixonado pela atriz Elizabeth Barry (Samantha Morton), o desejo de Wilmot em transformá-la em uma estrela e sua inteligência subversiva terminam por escandalizar a sociedade de Londres da época.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: