Eu Vivo Mal Humorada

7 set

Hoje é feriado nacional, mas porque? Quando criança sabia dessas datas devido a escola que comemora de um jeito e outro, explica a importância disso e começamos a respeitar a data, admirar pessoas que estão ligadas a essas datas comemorativas. Hoje adulta, vejo que nem todos brasileiros ligam se hoje é 7 de Setembro, 15 de Novembro, 21 de Abril, o importante é o feriado para ficar em casa descansando, toma umas cervejas com amigos, sair para farrear, namorar ou até viajar. O negocio é curti, porque será isso?

Não sou a pessoa mais nacionalista e politizada, pelo contrario, mas vejo o quanto o nosso país não tem memoria nacional, não estamos mais preocupados com a história de nosso país e nem temos respeito por essas datas, em outros lugares do mundo, as pessoas colocam bandeiras nas sacadas, soltam fogos, fazem aquela comemoração. Quer ver esse tipo de coisa acontecer aqui no Brasil? Na Copa, o brasileiro só se uni e lembra que é uma nação na Copa do mundo, ai vestimos a camisa com as cores da bandeira, cantamos o hino nacional, choramos, colocamos bandeirinhas verde amarelo na rua, pintamos a casa também.

Acho isso meio triste, e creio que é por isso que nosso país está entregue as baratas, com políticos corruptos ou incompetentes no poder, na época das eleições todo mundo está aborrecido com horário eleitoral que se não fosse obrigatório, acreditem ninguém passava isso na sua emissora. E no dia de votar , o povo faz cara feia, vai cedo votar para poder tomas umas geladas mais tarde. Fora quem fica doido para vender seu voto. E depois reclama dos políticos que estão governando nosso país. Mas a culpa é de quem? Só dos políticos?

Estou mesmo envergonhada com os governantes de meu estado e município. Principalmente porque votei neles e também devido esse descaso com educação, as declarações do Governando Cid são vergonhosas, e a Prefeita Luizianne simplesmente ingnorar as necessidades de melhoria no trabalho para os professores da educação de base isso é uma traição a própria categoria dela, afinal ela era professora. Mas eu não vou entrar nesse assunto não.

O que quero dizer é que acho que finalmente os políticos conseguiram o que queriam, doutrinar as pessoas a não pensar, com velho artificio romano, Pão e Circo, enquanto tiver isso o povo lá quer saber de leis, de corrupção, se esquece tudo, vamos colocar o Collor no poder de novo! E por ai vai. E como eles conseguiram isso? Foi da noite para do dia? Não, foi acabando com a educação, desacreditando os professores e mudando completamente o currículo escolar.

Hoje as escolas ensinam os alunos a passar no vestibular, são verdadeiros crânios, resolvem uma questão de física avançada em segundos, mas não tem ideia de quem são, não têm consciência critica. Os poucos que se envolvem com politica são os que tem alguém da família já envolvida. E infelizmente tem muita gente que entra em grêmio, CA, DCE já pensando em ganhar o seu, tenho que ser sincera. Existe gente honesta na politica no meu ponto de vista? Sim, mas são poucos. Idealistas que tentam lutar por um país melhor. Mas muitos são mais partidários querendo puxar a sardinha para seu lado. Não que isso seja ruim, mas o  que eu quero encontrar é politico altruísta. Que luta por esses idéias sem segundas intenções. Mas isso também é outro assunto.

Retomando, antigamente se tinha uma matéria nas escolas, Educação Moral e Cívica e do que se tratava essa matéria escolar? Achei um artigo ótimo que explica tudo direitinho e aliais tem uma visão parecida com a minha.

Há mais ou menos uns 17 ou 19 anos muitas escolas tinham uma grade de horário e de matérias bem diferentes das de hoje em dia, naquela época as escolas públicas ainda ensinavam música aos seus alunos, naquela época não havia aprovação automática, naquela época a escola pública não era a sucata que é hoje e naquela época havia uma matéria que sempre me despertou o interesse, mesmo quando ainda não a estudava, era uma tal de “Educação Moral e Cívica”.
Duvido que alguém da minha idade se lembre, mas os mais velhos com certeza lembram. Para quem não sabe, transcreverei um resumo do que se trata a matéria, retirada de um livro da década de 70: “A educação moral e cívica deve harmonizar tradição com progresso, a segurança com desenvolvimento. O civismo deve empolgar os jovens diante dos inúmeros problemas a serem enfrentados e que necessitam de um verdadeiro espírito de civismo, que compreende um diálogo entre os cidadãos de um país e, numa outra dimensão o diálogo entre nações.”. Ou seja, a matéria nada mais era um conjunto de normas e condutas que tinha o intuito de formas cidadãos, mas o que mais chamava a atenção é que esta matéria era direcionada a alunos do primeiro grau, atual ensino fundamental.
Para se ter uma idéia, tal matéria abordava diversos assuntos temas como educação, consciência, caráter, virtudes, vida social, direitos e deveres, dentre muitos outros. Revendo um antigo livro da matéria (o livro é da década de 80), logo nas primeira páginas você já é tomado oito páginas onde se resumem perfeitamente os deveres cívicos e morais de qualquer cidadão, ainda há também duas páginas dedicadas a explicar os conceitos de educação, moral e civismo. Vendo o livro mais a fundo pode-se ver que ele vai bem mais a fundo no que se dispõe a formar um cidadão, informando não apenas sobre os deveres do cidadão para com sua pátria, mas também ensinando valores e virtudes como respeito ao próximo, respeito as autoridades, ensinando a importância da educação e do caráter na formação de uma pessoa.

Entoar o Hino Nacional enquanto a bandeira era hasteada, saber de cabeça todas as datas comemorativas importantes, saber os sinais de trânsito, eram coisas simples que se aprendiam com Educação Moral e Cívica, pois até mesmo tínhamos de saber a constituição brasileira, dois exemplos disso são as páginas 113 e 129 do livro que tenho aqui, que respectivamente mostram um trecho da Constituição Brasileira sobre nacionalidade e outro sobre a família, educação e cultura.

Essa matéria foi abolida do currículo escolar no início da década de 90, se não me engano, e é algo que faz muita falta na formação acadêmica e social das crianças de nosso país. Caso você esteja se questionando do porquê dessa matéria ter sido limada do ensino nacional, a resposta é bem simples; pensem bem, que serventia tem para um governo uma matéria que ensina as pessoas a serem cidadãos, que lhes informa sobre seus direitos e deveres, que lhes ensina amor a pátria?
Um cidadão que tem pleno conhecimento de seus direitos e deveres, que ama sua pátria, é um cidadão que questiona, e um cidadão que questiona, não é algo que um governo como tivemos e andamos tendo querem para si, pois um cidadão que questiona é muito perigoso.Mas há outra questão que deve ser levantada, a simples volta do ensino desta matéria solucionaria os problemas de nosso país? Não, mas a médio prazo teríamos uma mudança significativa.
Leve em consideração o seguinte; hoje temos por volta de 12 milhões de crianças matriculadas da 1ª a 4ª série, se essas mesmas crianças começassem a aprender essa matéria já no próximo ano letivo, e seu ensino fosse continuado por todo o primeiro grau, em 8 anos teríamos um número significativo de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, se o ensino fosse ampliado para o 2° grau teríamos então um total de 12 anos contínuos na formação de um cidadão plenamente ciente de seus direitos, e levando em consideração que nessa etapa ele já seria um eleitor, o que veríamos seria uma total mudança em nosso país.

Infelizmente isso não passa de uma mera utopia, pois que governo brasileiro se interessaria em formar cidadãos bem informados? Finalizo esse artigo com uma transcrição do livro “Atividades de Educação Moral e Cívica” de Siqueira e Bertolin da editora IBEP:
“Quem tem cultura enxerga mais longe, descortina novos horizontes. Quem não tem cultura tem visão limitada, limita-se às coisas e atividades do dia-a-dia. Quem tem cultura tem mais senso crítico, maior capacidade de análise das pessoas e das coisas…”

Preciso dizer mais alguma coisa?

Anúncios

3 Respostas to “Eu Vivo Mal Humorada”

  1. Ivamara 07/09/2011 às 13:43 #

    Você tem toda a razão! Esse descaso com as datas só mostra como estamos pouco orgulhosos do nosso País….Mas também pudera! Muito bom seu artigo…Um abraço

Trackbacks/Pingbacks

  1. Eu Vivo Mal Humorada « - 03/10/2011

    […] do texto que escrevi no dia 7 de Setembro, creio que tudo isso está mesmo ligado aos interesses do Governo, e quando falo governo incluo […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: