Eu Vivo Mal Humorada

15 set

Dessa vez venho escrever o Eu Vivo Mal Humorada mais perplexa do que com mal humor propriamente dito, essa semana vinha para casa quando o tráfego parou, mais um engarrafamento na cidade, mas o motivo, que infelizmente também não é algo raro, foi um acidente de trânsito. Um caminhão havia batido no motoqueiro e cara ficou estirado na pista esperando socorro. Sei disso não porque olhei, mas devido os passageiros do ônibus, que quase brigam para conseguir ter a melhor visão do acidente. E é disso que vou falar essa semana, sobre a banalização da violência.

Continuado a história, as pessoas comentavam tudo como se tivessem vendo novela. Eles falavam cada barbaridade que creio que essa palavra teve origem da palavra bárbaros, porque era isso que eles pareciam com suas atitudes. Tinha uma mulher que reclamava porque não estava conseguindo ver e quando a ambulância vinha chegando, ela comentou friamente: “Precisa vim mais não, cara já está morto.” Que horror! Era um empurra empurra, coisa de louco mesmo. Fiquei com vergonha da cena.

Em parte coloco a culpa por essa banalização aos programas de televisão, os chamados programas policiais que na HORA DO ALMOÇO, mostra gente morta, mãe chorando porque o filho está drogado. Mostra todo tipo de coisa que deixa qualquer um assustando, para não dizer traumatizado. Conheço várias pessoas que assistem esses programas e ficam paranóicas com medo de tudo. Fora que você perde a sensibilidade de tanto que ver violência na Tv. Mas ai você me diz, e os filmes? E eu respondo, filmes são filmes, entramos no cinema sabendo que aquilo não é real e mesmo assim, pode ter certeza que o Barra Pesada é mais chocante que todos os Rambos juntos.

A droga é outro fator, mas como? Eu te respondo, nunca vimos tantos jovens mortos assim, como se fossem baratas… Tudo devido ao tráfico de drogas, o traficante não perdoa divida. Mata, joga o corpo em qualquer lugar, e o que me deixa mais triste é as pessoas que ficam em volta, parece até bolo de aniversário na hora do parabéns, todo mundo em cima.

Violência sempre existiu, mas o que me choca é como as pessoas estão reagindo a ela, como se não fosse nada, as pessoas só querem ver. Meu professor comentou, que as pessoas adoram ver porque intimamente com cinismo elas pensam, antes ele do que eu. Será que é verdade isso? Será que ao ver alguém caído morto, essa pessoa se sente aliviada, será que ela sente prazer nisso? Não sei mesmo, mas que fico mal com isso tudo, porque fico imaginando como será daqui para frente. Será que ao invés de evoluir estamos regredindo espiritualmente?

Que morbidez é essa tão grande que te faz sair de casa para ver alguém morto, ou que te faz brigar em um ônibus para ver alguém acidentado? Pior que nem é para socorrer não, é apenas para ver! Ter o melhor ângulo do acidente.

Eu sou muito sensível para entender essas coisas, nem filme de terror como “Jorgos Mortais”e “O Albergue” eu consigo assistir. Não me acho melhor que ninguém, mas me sinto extremamente mal quando vejo essas coisas que são ficção, quanto mais assistir Barra Pesada, Rota 22 e etc… Pior que saiu um filme agora que o povo está curiosíssimo para ver porque foi censurado, “A Serbian Film”‎,filme sérvio “Terror Sem Limites”, li que têm cenas fortíssimas. Não sei qual é o prazer em ver algo assim.

Para terminar esse texto quero comentar algo que aconteceu faz alguns anos, o sequestro daquela moça em São Paulo, a impressa da Record de certa forma atrapalhou todo o resgate da menina, ela querendo Ibope e aproveitando o gosto do povo por violência, mostrava tudo que a policia planejava para o sequestrador. Acho nojento quando a noticia é mais importante que as pessoas. Alias nesse caso nem é a noticia mais o Ibope mesmo.

Infelizmente não tenho solução para isso, talvez educação, alguém nas escolas conversando com jovens sobre a violência em seus bairros. Uma mudança na sociedade mesmo.

Anúncios

Uma resposta to “Eu Vivo Mal Humorada”

Trackbacks/Pingbacks

  1. ESTILO DE VIDA NERD « - 13/04/2012

    […] presente todos os dias em nosso dia a dia, já comentei aqui também que é algo que vem se banalizando. Estamos nos acostumando a almoçar vendo programas como Barra Pesada ou Rota 22. Interessante é […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: