Caixa Preta

24 set

Decidi esse sábado falar sobre algo que notei nas Redes Sociais que as mulheres reclamam muito. “O Homem Perfeito”, aliais não é só nas Redes Sociais, é também nas conversas informais entre amigas mesmo.

Essa imagem por exemplo já fala muito sobre essa reclamação. Ontem mesmo conversando com uma amiga, tocamos no assunto. E comentei o seguinte sobre isso. Porque as mulheres se queixam tanto querendo Homens Perfeitos, se em primeiro lugar não existe ninguém perfeito? E em segundo, as mulheres são perfeitas?

Imagino que muitas mulheres vão cair de pau em cima de mim, mas não estou defendendo os homens, estou só constatando um fato e fazendo papel de advogada do diabo. Nós não podemos cobrar algo que também não temos condições de cumprir.

O que acho provável é você dizer que busca alguém dentro de seus padrões. Alguém tenha os mesmo objetivos que você e que tenha valores parecidos. Uma vez ouvir de psicólogo e espírita que não existe alma gêmea, que esse fenômeno ocorre devido a convivência e todos aqueles outros fatores que já foram citados nessa coluna, como respeito, admiração e afeto.

Acho tão injusto buscar a perfeição em si e muito mais nos outros, a pessoa fica neurótica(o) analisando todas as ações de seu amado ou amada, acho que tem homem que também comente esse erro.

Outra coisa que vi essa semana, e acho que também faz parte do assunto, foi sobre “O Amor Verdadeiro”, acho que as mulheres têm assistido filmes românticos demais e quando criança ouvido muitos contos de fadas, vou até falar disso na próxima coluna. Gente, não existem essas coisas de Homem Perfeito e Amor Verdadeiro, são coisas que podemos viver com alguém que nos ame de verdade.

As pessoas são perfeitas uma para outra enquanto há harmonia no relacionamento e o amor é verdadeiro no sentido do sentimento ser real. Até comentei para uma outra amiga que conversava sobre esse mesmo assunto, que a verdade é relativa, não existe verdade absoluta, então o amor verdadeiro é relativo. O que pode ser um amor verdadeiro para quem o está vivendo, pode não ser para outras pessoas.

É importante entendemos que em um relacionamento têm altos e baixos mesmo, que são duas pessoas imperfeitas que se gostam querendo ficar juntas e que em qualquer relação há a possibilidade do fracasso, tudo na vida é fugaz. A vida tem um prazo de validade, desculpe a morbidez mas isso é fato.

Vinicius de Morais foi muito feliz quando escreveu esse soneto sobre o amor, ele teve muitas mulheres e amou cada uma delas em um momento de sua vida. Por isso o nome do soneto é Soneto da Fidelidade.

Soneto de Fidelidade

Vinicius de Moraes

 

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

 

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

 

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

 

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.



Vinicius de Moraes, “Antologia Poética”, Editora do Autor, Rio de Janeiro, 1960, pág. 96.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: