Estilo de Vida Nerd

28 set

Com as próprias mãos…

Não sei vocês, mas nos últimos anos tenho me revoltado cada vez mais com as injustiças do mundo. Abusos de poder, corrupção, violência, opressão, exclusão de todas as formas… Parece que a cada dia confio menos nas autoridades para fazerem o que precisa ser feito…

Mas percebi que não estou só. Roteiristas de quadrinhos, cinema e TV têm se voltado pra esse lado já há algum tempo. Em Matrix, os “mocinhos” atacam as “autoridades” (agentes do governo são apenas disfarce para programas sencientes que oprimem a humanidade para obter bioenergia) e os inocentes (todos podem ser “tomados” e virar agentes) ao seu redor sem piedade, explodindo, atirando e etc.

Quando Alan Moore escreveu V de Vingança, ele nem previa que virasse um filme (muito menos à sua revelia), mas virou, reproduzindo discurso semelhante, mas embasado em um estado inglês autoritário de direita ultra-conservadora (referência ao período em que Margareth Tatcher era primeira-ministra).

Ainda há vários outros, como Clube da Luta, Sin City, Santos Assassinos (Boondock Saints no original), todos entoando em uníssono os mantras “não podemos confiar nas autoridades”, “não podemos ficar parados” e “vamos fazer nossa própria justiça”.

Mais recentemente, nem tanto pois já está em sua 6ª temporada, a série Dexter tem seguido um tom semelhante – mas a decisão de fazer justiça é “terceirizada” (um pai policial treina seu filho assassino em série para ter como alvo assassinos em série… deixando todos os espectadores na torcida por um vilão).

Eu mesmo concordo (em tese) com a essência dessas idéias. Mas, sabendo que os meios de comunicação sempre serviram a propósitos de pequenos grupos privilegiados e que, normalmente, os produtos culturais autênticos (frutos de expressão artística genuína e por isso dignos de respeito) só conseguem ser veiculados se servirem ao interesse de alguém com poder, eu me pergunto: que grupo teria interesse em subverter a ordem atual e poder para influenciar a mídia? Eu concordo livremente com essas idéias ou fui vítima do bombardeamento cultural? Minha própria ideologia é fruto de reflexão ou da facilidade de tirar proveito de idéias prontas que me atingem? Difícil responder…

Não sei, mas espero que desta vez os que se apossarem do mundo sejam melhores que os monarcas, a igreja, os burgueses e os especuladores neo-burgueses. Será que finalmente teremos um mundo guiado por uma elite pseudo-intelectual proto-anarquista? Ou será que tenho tomado caipiroska demais e a paranóia me tomou?

Por favor me indiquem outros filmes de conteúdo semelhante, pois talvez um dia eles consigam me provocar o suficiente para que eu tome uma atitude… Se não, pelo menos vou me divertir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: