Appetizers Cultura

20 out

Amanhã acontece a abertura da 35ª Mostra de Internacional de Cinema, um dos maiores eventos do setor no país. Hoje, mostraremos um dos principais símbolos do festival: seus cartazes.

Leon Cakoff (falecido na última sexta, dia 14), conseguiu trazer alguns filmes ao Brasil na época da ditadura. Esse é o caso da 1ª Mostra, de 1977, quando o filme “25″, documentário Celso Luccas e José Celso Martinez Corrêa sobre Moçambique veio clandestinamente em uma mala diplomática francesa.

Em comemoração aos 30 anos do MASP, Leon Cakoff oficializou a Mostra e ele mesmo criou o primeiro cartaz para o evento (abaixo), algo que viraria um dos símbolos do festival, anos mais tarde: cada edição, um convidado responsável pela arte do cartaz.

Na 5ª edição, as filas no vão do MASP eram enormes e o diretor norte-americano de documentários, Les Blank, foi um dos convidados, montando uma tenda na entrada do MASP, vendendo camiseta e revistas. O que alegou? “É assim que vivo”. Jose Zaragoza assina o pôster, como em diversas outras edições.


Na 10ª Mostra, Fellini presenteou a Cakoff com um de seus desenhos, um palhaço triste. Nesse ano, 1986, é exibido o filme “Sid e Nancy”, sobre o Sex Pistols e uma parede da plateia do cine Metrópole foi pixada com o símbolo punk, ficando ali até o fechamento do local.

Em 1990, na 14ª Mostra, Angeli produz seu primeiro cartaz. Durante o Plano Collor, quem salva a edição é o produtor Anatole Dauman que, de forma solidária, liberou o lançamento de “Asas do Desejo” no cinema e teve toda a bilheteria revertida para o festival.

1992: a Mostra adere ao impeachment do ex-presidente Fernando Collor, o que fica bem visível no pôster criado por Eder Chiodeto e Rudi Bohm para a 16ª edição.

17ª Mostra: a segunda vez que Tomie Ohtake faz um cartaz para a Mostra, utilizando de forma contundente o vermelho e preto, marca registrada do festival.

O belo cartaz da edição de número 18 da Mostra foi feito bem antes dela acontecer, claro, mas coincide com um fato interessante: Abbas Kiarostami, amigo de Leon, pegou uma câmera após terminar seu trabalho como jurado e acompanhou uma garota ao longa da av. Paulista, que mexia no lixo encontrado, em busca de revistas de moda, imagens de beleza e rostos bonitos. A empreitada virou roteiro sobre a dignidade dos sobreviventes. Leon conta que a experiência esgotou Abbas, “que voltou para o hotel e chorou o resto da tarde”.

O cartaz da 24ª Mostra (2000) traz a imagem de um espectador projetando o filme, na arte de Guto Lacaz. Em entrevista ao Estado de S.Paulo, Leon afirma: “O futuro virtual bate à nossa porta”. Foi o ano em que utilizaram um projetor digital. Uma boa analogia aos espectadores que, hoje, têm acesso a câmeras que proporcionam a eles mesmos produzirem (e exibirem) seu filmes.

Em 2005, a 29ª Mostra ficou marcada pela bela homenagem prestada a Roberto Rossellini. Na noite de abertura, foi exibido o curta “Meu pai tem 100 anos”, de Guy Maddin, escrito e atuado pela sua ilustre filha, Isabella Rossellini, que criou as artes dessa edição.

30 Mostras, um número a ser comemorado, Leon declara: “Eu não teria chegado à 30ª edição se não tivesse prazer de ir ao cinema. Sou escravo da Mostra. A cidade espera por ela. Não posso frustrar o sujeito que tira férias para ver os filmes”. A arte do cartaz é de Manoel de Oliveira.

Hector Babenco é o autor do cartaz da 31ª Mostra. Ele mesmo é a arte, como comprador de ouro, uma comparação ao trabalho de garimpar filmes para o festival.

Em 2009, Os Gêmeos assinam a arte do festival, que volta ao centro da cidade, no reformado Cine Marabá. Coincidência a retomada por essa faceta da cidade e grafiteiros desenharem o cartaz da 33ª edição? 🙂

Nesta edição, a 35ª, a arte da Mostra é assinada pelo desenhista Mauricio de Sousa, com seu primeiro personagem de quadrinhos, Piteco, criado em 1964. Mais antigo do que a própria Mostra, um marco na história do país.

Via http://oiacontece.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: