Caixa Preta

5 nov

Músicas e Amor

Nativos, não sei o que me deu hoje, mas resolvi falar sobre a importância da música no relacionamento. O poder que ela tem e como ela está presente. É piegas? É romântico?  A resposta é sim para as duas perguntas mas como disse o poeta português Fernando Pessoa,

Todas as cartas de amor são ridículas.

Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,

Como as outras, ridículas.

As cartas de amor, se há amor,

 Têm de ser ridículas…

Com a música não podia ser diferente, se é de amor é ridícula! Mas não é nada para se envergonhar, faz parte de se está apaixonado. Nos tornamos ridículos, Fernando Pessoa disse bem. O que achei mais interessante e por isso que resolvi escrever esse texto é que podemos fazer uma verdadeira playlist para cada momento do relacionamento e digo mais, podemos fazer uma para cada amor que tivemos. Músicas tristes (chamadas dor de corno) e alegres também.

Músicas que lembram aquela certa pessoa no momento que elas começam a tocar. E é necessário está triste para ouvi-las? Claro que não, como disse antes têm as músicas alegres, que você curte ao lado seu bem, de seu ser amado(a). Na verdade existe para todo gosto, tipo e relacionamento. Por exemplo, não é só quem curte música romântica propriamente dita que ouve quando está apaixonado, as pessoas que curtem rock por exemplo, vez ou outra escutam uma balada de sua banda favorita.

Tem música para começo, meio e fim de namoro. Tem até para amor platônico. E isso não é só coisa de mulher não, homem adora curti uma músiquinha e lembrar da sua amada. Ás vezes acho até que existem mais homens que as mulheres, com esse hábito. O bacana da música é que ela não tem idade e nem fronteira, nem credo ou sexo e acho que é por isso que ela atinge bem na alma, mexe com nossos sentimentos e daí fica fácil associá-la ao amor.

Eu por exemplo me identifico muito com música e volta em meia elas vão fazendo parte não só da minha vida, mas de meus amores também. Isso acontece desde que me conheço por gente e acho que um amor sem música não é amor de verdade. As duas coisas combinam demais. Vou colocar umas músicas aqui que ficaram ligadas as pessoas que amei, apesar delas não terem o mesmo peso emocional de antes, ainda lembra determinada fase da minha vida. Bem interessante a variedade musical, acho que isso tem haver não só com as pessoas envolvidas como também com momento.

Não vou colocar todas, até porque tem muitas que não lembro. Saca só a diversidade!

E usando a frase de um amigo. Essa música é a cara de…


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: