Voxx Populi

15 nov

Olá, hoje adotarei um tom mais serio no meu escrito do dia da proclamação da república do Brasil, em meus tempos de colégio fundamental sempre me aproximei de grêmios, passeatas, estudos sobre o sistema de representação democrática do país, entrei para um partido aos 16 anos fui as ruas em protesto contra governadores, prefeitos, briguei com a bandeira do meu partido na blusa por melhores condições de trabalho de varias classes diferentes de professor a policial, meia passagem e tantas outras lutas travadas nesses anos.

Assisto há tempos o abismo que se abre entre o que clama o povo e o que fazem seus representantes democráticos eleitos pelo voto (sempre bom lembrar que pós esses caras lá), gritamos não ao aumento das vagas nas câmaras de vereadores e muitas aumentaram suas vagas, saímos com a lei da ficha limpa e eles simplesmente barram, morremos com violência e nossa justiça ao que parece só se põe mais lenta, exigimos condições de vida descente e nossos prefeitos nos dão festas com artistas nacionais homéricas enquanto nossa saúde paga por isso. Clamamos condições de ensino justa para todas as classes e vemos ano após ano provas de um exame nacional ser roubadas, desviadas, trabalhamos duro pagando impostos altíssimos e assistimos quase anestesiados uma chuva de escândalos sequentes sobre desvios criminosos onde a punição máxima é ser tirado do quadro de funcionários.

Entendo e como entendo o afastamento das pessoas do que chamam de “politica” entendo até o fato de alguns dizerem esse nome como se ele fosse algo a ser vomitado na boca, mas isso é um erro e pagaremos por isso. Toda vez que nos afastamos, que não nos manifestamos, que fingimos esquecer em quem votamos só para não dizer que foi os que agora chamamos de corruptos, sempre que dizemos que não nos envolvemos com “politica” os pilantras, os safados, os sem vergonha que nos roubam riem de nós, quanto mais longe ficarmos dos debates, sempre que dizemos que: “isso não é problema meu, eu nem votar voto, eu voto nulo a anos só para não votar nesses ladroes” sempre que nos omitimos ELES se fortalecem, deixemos de ser falsos moralistas de dizer que não fazemos parte disso, este é nosso país, somos nos que elegemos nossos representantes, se não gostamos do sistema de representação democratica que temos pois que nos unamos e proponhamos outro, se somos contra a corrupção então sejamos contra o “jeitinho brasileiro” deixemos de apontar classes como culpadas se não conseguimos admitir a nossa própria culpa em tudo isso.

E para finalizar vou dizer algo que tem me incomodado pessoalmente nos últimos tempos, o fato dos que se dizem A PARTIDARIOS acharem que tem mais legitimidade para lutar do que os que como eu pertencem a um partido, quero dizer que para mim ser A PARTIDARIO é o mesmo que católico não praticante, só o fato de se estar lutando por algo já os torna partidários politicos, a luta não deve ser definida pelas cores que você veste mais pela bandeira que defende, julgar um militante social como demônio por ele ter interesse no sistema de representação desta nação é hipocrisia, nosso pais precisa de gente disposta a se unir em torno de causas comuns, precisamos reforçar o recado que as marchas contra a corrupção querem dar aos que nos “representam” somos o povo brasileiro e seus desvios de conduta não são mais aceitos para o cargo que ocupam, ou muda isso ou nos mudamos o sistema! e para dar esse recado temos que ir além das ruas, temos que agir modificando nossas ações do dia a dia que vai desde de deixar de lado o “jeitinho brasileiro” até assistir debater e participar dos debates eleitorais, eu sou partidária politica a mais de dez anos mais e isso só me fortalece na hora de dizer que sou acima de tudo uma cidadã.

Raquel Dias¬¬ : BRASILEIRA

Anúncios

4 Respostas to “Voxx Populi”

  1. N(A)tiva 14/02/2012 às 21:10 #

    Quando convidei a Raquel Dias para escrever no Nativa, sabia que estava fazendo a melhor escolha possivel, ela veio para somar. Minha companheira, este seu post foi mais lido na coluna Voxx Populi, fiquei feliz por conta não só do reconhecimento de seu trabalho mas também porque esse post fala de cidadania. Muito bacana.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Proclamação da República do Brasil | Juventude Popular Socialista BH - 23/05/2014

    […] Voxx Populi […]

  2. Cajon de Sastre « - 30/12/2011

    […] https://nativaperiodico.wordpress.com/2011/11/15/voxx-populi-16/ […]

  3. Eu Vivo Mal Humorada « - 16/11/2011

    […] hoje é do mesmo jeito. Fiquei boba porque muita gente veio perguntar que feriado era aquele. Li artigo da minha (N)Ativa Raquel Dias e meio que me inspirei para escrever […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: