Caixa Preta

19 nov

Neste sábado aqui no Caixa Preta eu ia falar de outro assunto mas como tudo na vida é sujeito a mudanças e imprevistos, vou falar da MENTIRA, seu papel nos relacionamentos. Escolhi esse tema porque ronda por ai várias lendas a respeito disso, os homens acham que as mulheres prefere que eles mintam e as mulheres acham que todos homens são mentirosos, agora me diz gente, partindo desse principio não fica meio estranho? Parecendo uma desculpa do homem dizer: AH a mulher prefere que a gente minta!!!! Afinal de contas nós mulheres muitas vezes já nos pegamos admitindo que eles mentem!

Agora fica a pergunta para eles que faço questão de faze-la tanto aqui no blog como pessoalmente a meus amigos. Sério mesmo homens, de onde vocês tiraram essa ideia que a mulher prefere que vocês mintam? Fico pensando que eu e as mulheres que eu conheço são de outro planeta, porque em tempo algum e nem em faixa etária nenhum eu ouvi essa afirmação entre as mulheres. Sem querer ser cruel e já sendo, esse tipo de afirmação parece sair da boca de homem que amou muito uma mulher e relacionamento não deu certo. O mesmo digo das mulheres que generalizam os homens. No texto sobre a Diferença Entre os Homens e as Mulheres, comentei que não devemos generalizar, antes de tudo, todos somos indivíduos que tem defeitos e qualidades. Sei que quando estamos feridos fica difícil separar o joio do trigo, mas cuidado rapazes para não cair na armadilha de ser tornarem machistas com pensamentos e frases prontas sobre as mulheres.

Mas vamos falar da mentira, porque ela existe sim dentro de qualquer relacionamento e muitas vezes ela é necessária, e não vamos ser hipócritas, dizer a verdade todo tempo magoa e pode mesmo atrapalhar sua convivência com as pessoas.  Quem assistiu a comedia com Jim Carrey, O Mentiroso sabe bem do que estou falando. Vou colocar a sinopse aqui.

O Mentiroso

Fletcher Reede (Jim Carrey), um advogado, se vê em uma situação delicada quando Max Reede (Justin Cooper), seu filho, ao soprar as velas do bolo pede que seu pai não minta por um dia. O desejo é atendido, impedindo Fletcher de falar qualquer tipo de mentira, mas se as pessoas falam uma mentira ou outra, para um advogado mentir faz parte do cotidiano. Fletcher não entende o que está acontecendo e se envolve em várias confusões, principalmente quando precisa defender no tribunal uma mulher traidora (Jennifer Tilly) que tem que se passar por santa para tirar os bens do rico marido. 

Também li um artigo de um jornalista que passou 40 dias sem mentir, ele queria contar sua experiencia no jornal em que trabalha na Alemanha, mas não foi nada fácil sua empreitada, aliais lhe rendeu muitos problemas, vou colocar o inicio da reportagem que achei na Revista Galileu online e recomendo mesmo vocês lerem a entrevista que eles fizeram com ele lá, o link está aqui.

Somente a verdade

A cena é comum entre os casais que vão a lojas de roupas: a mulher, apertando a cintura, sai do provador e pergunta se está gorda. É uma questão simples ao cérebro masculino: caso queira manter a relação, a única resposta possível é um elogio que pareça natural. Mas em um shopping de Munique, ano passado, o jornalista alemão Jürgen Schmieder, 31 anos, contrariou as convenções. “Sua bunda parece muito grande”, respondeu para a esposa. Grosseria? Pode ser, mas com fundo científico. 

Schmieder participava do desafio de ficar 40 dias sem contar mentiras para escrever uma grande reportagem sobre sua experiência para o jornal Süddeutsche Zeitung. “Eu estava desligando os filtros do meu cérebro e dizendo tudo o que passava pela minha cabeça”, diz. O resultado foi catastrófico. Além de dormir 7 noites no sofá, apanhou porque denunciou a “escapada” de um amigo, perdeu colegas por revelar quem achava incompetente e, isolado, quase entrou em depressão. 

O jornalista comprovou um estudo de 1997 da Universidade da Califórnia do Sul, que afirmava que o ser humano mente, em média, 200 vezes ao dia. “A questão não é deixar ou não de mentir, mas sim de quantas mentiras precisamos”, diz Schmieder, que reuniu as experiências no livro Sincero (Record), lançamento no Brasil. Para ele, precisamos de 50 mentiras diárias, aquelas diplomáticas, feitas para incentivar as pessoas ou não ferir alguém, como quando se diz a um péssimo aluno de matemática que ele irá bem no teste de cálculo. Já as mentiras que contamos a nós mesmos para nos livrar de responsabilidades ou nos sentirmos superiores a outros devem ser descartadas. A longo prazo, diz Schmieder, elas fazem você tão solitário quanto quem só fala a verdade.

No final de sua pesquisa ele acabou escrevendo um livro, chamado Sincero, vou colocar a sinopse aqui.

Sincero

Alguns dizem que não é possível viver sem mentir. Se todo mundo sempre falasse a verdade, teríamos não apenas conflitos, mas possivelmente até a Terceira Guerra Mundial. Outros, porém, como o filósofo Immanuel Kant, consideram a honestidade a mais importante das virtudes. Em uma sociedade que não só tolera como muitas vezes recompensa a mentira, pode um homem sobreviver se disser apenas a verdade?

Sincero é um livro hilário, que nos leva a refletir sobre as pequenas mentiras que todos nós contamos no dia a dia.

Não quis com essas referências provar que devemos mentir não, quis mostrar que a mentira existe na vida de todos, muitas vezes é necessária para o bom convivio, eu mesmo detesto mentir e detesto mais ainda quem mente. Mas admito que minto ou como nós chamamos, omito certas verdades. House é genial quando cita sua frase: EVERYBODY LIES! ( Todos mundo mente!), temos que admitir isso em primeiro lugar para que possamos falar sobre esse assunto sem parecer hipocrisia. Afinal, quem já não mentiu para não levar uma bronca dos pais? Ou para evitar uma discussão com namorado(a)? Ou até mesmo mentiu para o patrão, professor e nem os amigos escapam. O importante é saber o tamanho da mentira e o motivo de se mentir. E você olha para mim assustado e me pergunta; Como assim?!? Calma, tudo vai ser elucidado.

 Está parecendo que eu estou defendendo a mentira, mas de fato tenho pavor dela. Só que também não dar para dizer 100% de vezes tudo que pensamos, sentimos, fazemos. Até mesmo isso é uma forma de nos protegermos, nos preservamos de certas pessoas ou situações. Evita constrangimentos, magoas, mal entendidos e etc. Só temos que lembrar de dois ditados importantes e analise você o que eles querem dizer: “Quem mente tem rabo preso.” e  “A verdade te libertará!” Qual é a sensação de quem mente e a de quem diz a verdade? E não querendo amenizar, omitir algo é bem diferente de criar uma mentira. Vamos ver porque?!

Primeiro criar uma mentira sobre algo, requer criatividade e elaboração, ou seja premeditação. Você fica horas pensando sobre aquilo e como vai ENGANAR alguém (coloquei em letras garrafais para ficar claro a palavra e seu significado), e quanto mais você gosta daquela pessoa ou diz gostar, essa mentira se torna mais pesada. Afinal você vai, repetindo a palavra ENGANAR quem você ama. Como isso pode ser uma coisa boa? E voltando a citação masculina, Como alguém pode querer se ENGANADA?

Segundo, se você está querendo ENGANAR alguém, LUDIBRIAR, você quer tirar alguma vantagem nisso, está pensando exclusivamente em você e nas vantagens que vai obter ao contar essa mentira. Seja para seus pais, amigos, namorados, maridos e até mesmo para as relações por conveniências como patrões, professores, colegas…

Terceiro, olhe os sinônimos para mentir que achei, veja se você gosta de algum: lograr, iludir, atraiçoar, seduzir, burlar, engrupir, trapacear, tapear, confundir, engodar, ludibriar, enrolar, embustear e enganar. Fazer isso com alguém tudo bem né?! Mas passar por isso ninguém quer. É clássico, Pimenta nos olhos dos é refresco!

Depois de tudo que falei, então porque cargas d’ água uma mulher ia querer que o homem que ela ama, minta para ela? Ainda não conseguir entender isso. O que acontece aqui é que eu falei, existe coisas que não dizemos, coisas que atrapalham nossa relação. Tipo o que?

1. Falar do passado, sempre digo para as minhas amigas, o passado é passado, morreu. Contar para seu novo namorado tudo que fez ou deixou de fazer é maior idiotice, você só está colocando fantasmas em sua relação. Se essa pessoa não faz mais parte de sua vida amorosa, deixe ela em seu devido lugar. Nas memorias. Aqui vale para os homens também. Para que deixar sua mulher com a pulga atras da orelha sobre ex que virou amiga, se hoje não existe mais nada entre vocês. E se essa mulher não faz mais parte de seu presente, ai que não tem motivo mesmo para falar dela.

2. Muitas vezes quando estamos com alguém ela se mete na sua vida. Eitá que termo forte que usei, mas é bem isso, só que é natural em certas ocasiões  mas em outras não. Você ter um namorado que implica com suas amigas ou que diz o que você deve fazer é saco e para não briga sempre, muitas vezes acabamos omitindo que estamos com fulana ou que tomamos certas decisões. Mas isso só vale depois de você ser honesta com ele e dizer o que sente ou pensa a respeito disso. Se ele continuar com as implicâncias, para mim particularmente não tem jeito. Ou é isso ou é terminar o relacionamento. Digo o mesmo para os homens.

3. Essa é para os pais, seu filho mente sim para você. Nunca duvide disso. Mas porque será? Normalmente é porque na infância não querem levar uma surra pelo mal feito, na adolescência querem liberdade e privacidade, e na fase adulta é pela privacidade mesmo. Sei que existe relações de pais e filhos que é baseada na sinceridade. Mas não estou dizendo que a pessoa mente 24 horas por dia não, estou dizendo que ela omitirá coisas de você, não tem jeito.

4. Até mesmo na amizade verdadeira, que para mim é único relacionamento que dificilmente mentimos, mas danadinha vez ou outra também existirá nessa relação. Têm coisas que não admitimos nem para nós mesmo no espelho, porque admitiríamos para outra pessoa, mesmo ela sendo sua melhor amiga ou amigo? Mas é claro que estou falando de nossos segredos.

5. E se vacilamos com alguém, alguém que amamos? Se você acaba traindo aquela pessoa, (não falo só de ficar com outra) falo de toda e qualquer traição, honestamente, não posso te dizer o que fazer. Pessoalmente eu prefiro que a pessoa me conte a verdade, porque ai tenho a chance de avaliar seu erro e ver se ela merece uma segunda chance. Isso é melhor que a pessoa descobrir sozinha depois e se magoar com você, porque confiou e você a enganou duas vezes. Agora tem gente que prefere ficar calado e fingir que nada aconteceu. Para mim isso cabe a consciência de cada um. Mas lembre-se: Mentira tem perna curta. E tudo que fazemos tem conseqüências futuras, você que sabe se está disposto a pagar esse preço.

E para finalizar o texto, quero só dizer uma coisa que aprendi na vida, homem realmente não sabe mentir. Não porque ele seja bonzinho, mas porque nas suas mentiras sempre ficam fios soltos, claro que tem caras detalhistas que são profissionais, mas normalmente se ele namora ou é casado com mulher perspicaz ele está fadado a ser descoberto. Já as mulheres são sim boas mentirosas, mas isso é demérito masculino. O homem muitas vezes peca pela vaidade, ele pensa que sua mulher nunca vai mentir para ele. Ai que mora o perigo! Lembra do House?! Então…

Quero falar que existem mentirosos compulsivos, eu conheci vários. Pessoas que não conseguem dizer a verdade, mentem por tudo. Pior que fico tremendamente aborrecida quando descubro uma mentira sem necessidade. Você mentir para salvar seu relacionamento é foda, mas tem uma boa desculpa, mas você mentir por nada… Só porque é seu esporte favorito, ai não tem perdão. E vou dizer uma coisa séria, pessoas mentirosas são perigosas, ela são capazes de qualquer coisa. Ou seja, seu senso de moral está bem avariado.

E por fim, antes de contar uma mentira, avalie mesmo se ela é necessária, muitas vezes deixamos de contar a verdade com medo das consequências, mas acabamos caindo numa armadilha, porque uma mentira sempre leva a outra. Será mesmo que uma boa conversa honesta, não resolveria o problema?  Afinal até nas histórias infantis quem mente se dar mal no final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: