Post Fashion

23 nov

Olá amigos, espero que me desculpem pela semana passada onde não pude postar para o Nativa por conta de motivos pessoais, mas estou de volta e falando de uma das estampas mais usadas na atualidade, sim estou me referindo a estampa floral.

Desde muitos séculos atrás essa maravilha natural vem sendo retratada nos tecidos, por serem tão simples, lindas, delicadas e românticas, elas, as flores, nunca estiveram tão na moda como agora (de rosas até os girassóis, as estampas podem ser reproduzidas de várias formas utilizando somente as pétalas ou os botões, em forma de buquês, pequenas ou grandes, acompanhadas de folhas e caule ou sozinhas, cópias fiéis ou estilizadas).

Na Índia o berço da estamparia, o floral sempre foi a estampa mais utilizada, os indianos pintavam sempre representando o equilíbrio entre as cores. A técnica chegou a Europa em 1640, onde os desenhistas eram a peça chave na decoração dos tecidos. Sendo assim o floral foi o motivo de estampa mais utilizado até o final do século XVIII voltando a moda somente no final do século XIX, pois veio a tona o movimento artístico do Art Nouveau que tinha um design rebuscado e elegante trabalhando sempre com formas orgânicas, fazendo referências a natureza com suas folhas onduladas e caules alongados e valorizando trabalho manual.

Como estampas principais de floral nós temos a famosa Chita, seu nome vem da Índia e significa tecido estampado, ela é feita de algodão conhecido como morim em tela simples, as cores das estampas são sempre primárias e secundárias. Ela chegou ao Brasil em 1800 trazida pelos europeus e é hoje um dos tecidos mais baratos, sua maior utilização hoje é para trajes e decorações de festas populares como as juninas.

Já a estampa Liberty (flores minúsculas, uma ao lado da outra preenchendo todo o tecido) tem esse nome por conta do criador da mesma, Arthur Lasenby Liberty em 1875 na Inglaterra, elas eram inspiradas nas flores orientais e nos jardins ingleses, mas foi só por volta do século XX que estilistas conhecidos como Paul Poiret e Yves Saint Laurent, introduziram as florezinhas na moda de vez, nas décadas de 60 e 70 o floral liberty foi muito utilizado entre os hippies e hoje está presente na moda atual em diversas peças do vestuário.  

Na moda a estampa floral combinada com modelagens delicadas e cores suaves, remete diretamente ao romantismo. Além de deixar a mulher mais feminina, ela tem tudo pra continuar com força total durante muito tempo, então tirem suas flores do guarda roupa e enfeitem os lugares por onde vocês passarem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: