Caixa Preta

3 dez

Madrastas ou Namorar Com Quem Tem Filho

Faz tempo tinha assistido uma reportagem no jornal hoje que falava da convivência das madrastas com seus enteados, um novo tipo de relacionamento e vi que nem todas são iguais. Acho que devido as histórias infantis onde a madrasta é sempre má e uma bruxa criamos no nosso subconsciente que elas sempre serão malvadas com as crianças. Claro que existem casos de maltrato sempre aparecendo na tv, acho que isso tem muito haver com desequilíbrio emocional e pitada de maldade mesmo. A pessoa tem tendencia a psicose.

Outra reportagem que encontrei no Jornal Hoje que trata do assunto, cliquem no link:

http://g1.globo.com/jornalhoje/0,,MUL1414452-16022,00-VIVA+BEM+E+FELIZ+COM+OS+NOVOS+ARRANJOS+FAMILIARES.html

Agora sei também de muitos casos onde a pessoa vira a segunda mãe e entre os homens também existe um amor muito grande entre padrastos e enteados. Na minha pesquisa ficou meio evidente que essa relação é mais fácil entre os homens que entre as mulheres, depois desculturemos porque.
Meu motivo para escrever essa matéria no Caixa Preta é porque nem é necessário mais casar para se viver uma situação dessas, hoje em dia é cada vez mais comum se namorar alguém que tem filhos. E como faz parte do relacionamento, nada mais atual que conversamos sobre esse assunto. No meu caso nunca namorei alguém que tem filhos mas como tenho várias amigas que viveram ou vivem essa situação contei com ajuda delas.
Então lá fui eu na minha empreitada para entender um pouco desse relacionamento, o que de cara descobri é que existem muitas mulheres que assumem papel de mãe quando estão com um homem que tem filhos, parece que amor que ela tem pelo cara passa para os filhos também. Mas acho mesmo que fator gostar de crianças é fundamental, e se engana quem acha toda mulher tem vocação para maternidade (conheço muita mulher que não nasceu para ser mãe), depois que ela se apega as crianças fica fácil demais as crianças se apegarem a ela. Na minha opinião criança é ser muito sincero e sensível que nem animal, ela sente quando você não gosta dela e certamente não vai gostar de você, ou para ser mais precisa, ela só vai espelhar o que você sente e como você trata ela.
Claro que tem o fator mãe da criança, que esse fator pode ser porre ou não, se a mulher ainda tiver na do cara, certamente ela vai usar o filho para manipular o pai ou para machucar (isso é terrível). Como amiga sempre aconselho a ter paciência, mas tenho certeza que é difícil. O que vi na entrevista é, a nova mulher tem que se impor com seu namorado/marido, não com relação a criança que está sendo ai usada como joguete mas sim se impor perante seu amado e conversar, explicar o que a ex anda fazendo e pedir uma atitude dele. Se submeter é pior.
Mas claro que tem os casos onde a mãe fica na dela e nem vira amiga (não consigo acreditar numa relação verdadeira dessas) e nem é inimiga, tem filme que trata desse assunto, com a Susan Sarandon e Julia Roberts, Lado a Lado. Nele fala bem da relação namorada e ex. E novo filme de Natalie Portman também vai pela mesma área, As Coisas Impossíveis do Amor já focando pouco mais na relação enteado e madrasta. O que fica claro nos dois filmes é que não é nada fácil essa relação e que só pode ser vivida de uma boa forma através do amor. Principalmente amor as crianças que estão envolvidas nisso sem escolha.
Trailer Lado a Lado
Trailer de As Coisas Impossíveis do Amor
São José o primeiro padrasto que conheço.
Antes de passar o texto para companheira (N)Ativa Raquel Dias, é sim, vou ter a honra de dividir um texto com minha amiga aqui no Caixa Preta, vou comentar as impressões sobre esse caso. Conheci pessoas como já disse que adotaram os filhos do namorado, conheci mulheres que gostam tanto do namorado que acabaram aceitando essa convivência mas que para elas é meio complicado e também ouvi histórias de mulheres com muito ciume da relação do pai e filho, onde a presença da criança era um empecilho para ela. Muitas vezes a mulher não se apega ao filho do seu amado, mas convive bem porque o ama muito. Agora sobre os homens vejo que a empatia é melhor, se a convivência é desde pequeno há mesmo um carinho enorme, mas também vi homens que não criam carinho paternal pela criança apenas uma amizade que já é alguma coisa, o ciúme masculino é bem menor.  Depois farei uma pesquisa para saber porque. Agora amigos (N)Ativos passo a palavra para Raquel Dias.
Raquel Dias

Bem meu “namorido” tem uma filha linda de 7 anos quando começamos a namorar ela tinha uma posição inicialmente desconfiada querendo saber ate onde ia o que tenho com o pai dela e o que ela tinha com o pai, fomos medindo, nos conhecendo, achando caminhos para dividirmos o coração da mesma pessoa.
Não é algo fácil de se adaptar para uma mulher porque a criança não é sua no meu caso ela tem uma mae graças a Deus muito presente que a educa e cuida dela com muito amor, então tenho que saber respeitar a forma de criação que ela dá e saber que antes de mim eles (meu “namorido” e a ex mulher) são e serão ligados para sempre, tenho que saber que quanto melhor for a convivência deles melhor será a vida da criança e a minha,desde que essa relação a 4 não me machuque e principalmente não magoe a criança não vejo motivo para confusão, levar uma relação assim tem seus desafios mas sorrir com as alegrias dos dois (“namorido” e filha dele”) é o que faz valer a pena a doação que se faz para viver bem algo desse porte.

Teste que achei no site Delas:

Teste: que tipo de madrasta você é?

Descubra o quanto você tem de “boadrasta” ou da madrasta má dos contos de fada. E saiba o que fazer para melhorar

Para realizar o teste entre nesse link:
Anúncios

2 Respostas to “Caixa Preta”

  1. N(A)tiva 03/12/2011 às 12:42 #

    Ajudou demais amiga, eu dedico esse texto a você e minhas outras amigas e amigos que vivencia essa situação todos os dias. Namorar/Casar com quem tem filhos é algo natural hoje dia e deve ser debatido o assunto.

  2. Alice Carolina 03/12/2011 às 12:36 #

    Arrasoooooooooou no texto amiga e é isso mesmo!! Espero que eu tenha ajudado na sua pesquisa sobre tal assunto. :))) Bju

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: