AMPLIFICADOR – Especial

14 fev

Ouvindo sua música

 Pensando no que as pessoas fazem quando estão naqueles momentos que julgam ter razão em alguma coisa, surgem as canções, os textos, a história e muitas filosofias de merda. E é exatamente o que estou fazendo agora, tentando achar alguma razão para apoiar meus pequenos lapsos de razão. Vejam só, o que mais motiva uma pessoa a parar o que estiver fazendo e escutar um disco inteiro? Sair da bosta viciante da rede social e parar para ouvir uma boa música? Minha opinião? Quase nada, hoje em dia! Mas existem sempre as deliciosas exceções.

                Ela normalmente liga seu computador e passa o dia todo levando urinadas virtuais na cara, mas certa vez decidiu baixar um disco do Megaupload. Estava vomitando toda vez que ouvia a maldita da voz do namorado falando coisas que não faziam o menor sentido para ela e nem para qualquer pessoa sensata. Sentia falta de vigor, não somente sexual, mas também intelectual. “A música pode me ajudar!” Pensou ela com a sabedoria que restava no último gole da long neck de Ismirnoff Ice. Ela precisava de orgasmos na sua cama mal arrumada, mas também na sua mente seca de ideias.

                Então, procurou com a ajuda do oráculo de nossa era (Google) uma banda que falasse de amor, sexo e atitudes de verdade. Sua busca a deixava mais excitada à medida que procurava, pois via o rosto e a atitude dos músicos e permitia que eles penetrassem em sua intimidade de formas desconhecidas. A deliciosa garota achou o som que procurava, tanto na sua língua nativa, quanto em outros idiomas. Embora a língua que ela mais quisesse não estava tão disponível aos seus desejos. Então, iniciou  o Nero e gravou em um CD várias músicas em mp3 de uma não-referida banda.

                A cada dia que saia para o trabalho ou faculdade ou até mesmo com o namorado, mentalmente fedido, ela só ouvia a sua banda. Quando chegava em casa ouvia mais. Quando estava online postava fotos da banda em seu Facebook e tudo que essa merda viciante de mídia social dava direito. Não se contentou e queria ver os caras da banda em ação. A idéia das letras com as melodias e solos de guitarra deixavam nossa gostosa protagonista molhada de curiosidade. Então ela decide baixar um show ou vídeo clipe. “Desta vez não!” Disse ela batendo na pequena mesa de seu quarto. Ela estava decidida a comprar algo original, queria estar conectada de alguma forma à realidade daquelas canções. Tinha ainda uma grana da generosa mesada de seu pai. Desceu as escadas após pegar sua bolsa e calçar um par de Havainas brancas, entrou no um ponto zero que ganhou de seu pai e foi à Livraria Cultura onde se vendem muitos shows de bandas. Logo nas primeiras prateleiras ela encontra o que procurava e sem muitas dúvidas agarra o que quer decididamente e paga, ganhando um sorriso do caixa e corre para casa desejando ouvir e agora ver aquele lance todo com o amplificador até o talo, com uma bela maria juana e um par de long necks. Lógico que, ela não via a hora de ver os caras desse grupo tocando ao vivo no maldito balneário de cidade.

        Será que alguém sabe o que se passa? Porque tanta euforia nesse momento? “É apenas uma banda! É apenas uma música ou outra.” Sussurra algum idiota com disfunção erétil. “Não sei pra quê esse exagero nesse movimento todo!” Murmura uma velha virgem. Porém é exatamente esse “exagero” ou esse “apenas” que nos move para frente. Não sei que gosto musical você tem, querida, mas saiba que foi exatamente esse seu movimento de ver e ouvir a música que modificou transformando todo o seu futuro em uma esperança perdida na nossa sociedade frígida. Deixando a certeza de que a experiência é muito mais valorosa ao mero conhecimento virtual. Você levantou seus braços, aumentou o som de sua própria voz, achou algo que realmente te deixou com tesão e deu um verdadeiro start em sua mente.

E eu? Tocaria todas essas músicas.

Átila Brasen

Anúncios

Uma resposta to “AMPLIFICADOR – Especial”

  1. N(A)tiva 14/02/2012 às 20:21 #

    Gostei muito de seu texto Átila, parabéns! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: