Voxx Populi

17 abr

Olá Nativada,

Como já disse aqui outras vezes eu trabalho com política e antes que você pense que nado em dinheiro quero dizer que trabalho doze horas por dia e ganho menos que muito vendedor bem sucedido, fala-se muito de político ladrão, que são uma corja que se aproveita do povo, do seu dinheiro, dos seus sonhos e etc… Mas no meu trabalho posso observar de perto a forma como esse mesmo povo “se vende” e ainda acha que são espertos, um dia desses ouvi uma frase de um que dizia “ esse ano vou pegar o dinheiro dos besta tudim e no dia nem saio de casa, para que? Para dar meu voto pra esses ladrão?” ¬¬

Tem o eleitor de serviços: Esse funciona assim a comunidade dele é “assistida” por um determinado “político” uma quadra de futebol, uns uniformes para o time de várzea local esse “político” provem essa comunidade com pequenos favores, mas nunca vão ver um projeto de lei que proteja aquela comunidade, dificilmente terão um legislador, apenas um mero bem feitor ocasional e ainda colocam o “político” na condição de homem ou mulher muito bom, por ajudar-los, chama-se essas comunidades de currais eleitorais, os outros candidatos dizem “a comunidade tal é do fulano ele ajuda muita gente lá paga conta de luz, faz feira ali não tem entrada não”. Pelo amor de Deus, que tipo de leseira coletiva é essa que se abate nessas pessoas que não percebem que são usadas? Ou percebem mas acham que o imediatismo de resolver suas contas pessoais é mais importante que ter um legislador que tenha além de ações “boazinhas”  projetos de crescimento para a comunidade?

Tem o eleitor que não quere nada para ele, mas para a família: Esse é assim, você é candidato e vai a uma visita de porta em porta entra na casa do eleitor para falar com ele, ele lhe escuta com atenção e derrepente diz: “ olha doutor aqui em casa são sete pessoas e eu lhe garanto que todos vão votar no senhor eu não quero nada para mim não, mais a mulher sabe como é, NÉ?!…” Ele pede mas em nome da família, não percebe que se “vender” uma vez significa perder quatro anos e ainda acha que fez um bom negocio. ¬¬

Tem o eleitor cachaceiro: Ora vamos ser claros, quanto litros de cachaça já foram trocados por votos nesse país? Quantas vezes no dia da eleição você viu aquele grupo que vive nos bares dos bairros, morto de feliz por terem ganho um litão, como é chama aqui no ceará, de cachaça? Não se enganem se fosse feito uma pesquisa sem hipocrisia aposto que esse dado apareceria, a pergunta seria: Você já trocou seu voto por um litão?

Tem o eleitor gado: Como é esse? Dia de eleição, locais de votação distantes e o que mais aparece? Carros e mais carros para levar o “gado” para votar, os idosos são os que são mais “vitimizados” por isso, a solução seria tão simples, locais de votação mais próximos, as urnas do TSE podem ir a qualquer lugar do país e porque não vão? Como o mau político poderia controlar seu “gado” se não pudesse “gentilmente” ¬¬ oferecer uma carona até os distantes locais de votação? Alguém denuncia? Não, claro que não, acham-se espertos de não terem que pagar transporte para irem votar ¬¬ e lá se vai mais 4 anos de sofrimento, isso que é carona cara.

Tem o eleitor do doutor: Esse é uma tristeza, ele vota na família política influente na cidade e isso é como time de futebol, na maioria das vezes a alternância de poder não passa de três famílias tradicionais na cidade, que mandam e desmandam a anos a fio, sem que o eleitor perceba que é ele o principal alimentador dessa Idiossincrasia na democracia, ele vota no Dr. Fulano, que têm casas, carros e filhos em colégios da capital (isso normalmente se dá no interior do país) sem perceber que quem sustenta o estilo de vida dos nobres doutores são eles. ¬¬

E por ultimo, mas não menos triste tem o Eleitor descarado: É isso mesmo, com esse ai não tem conversa ele deixa bem claro para você que para ter o voto dele só pagando e em dinheiro que ele não é besta de aceitar negocio de servicinhos não, tem que ser grana viva, que depois que o candidato se elege nunca mais ele vai nem vê-lo, este imbecil, pobre coitado não tem idéia que passa uma procuração para esse safado que o compra para mandar e desmandar na sua vida durante quatro anos, que ele vende seu futuro, o futuro de seus filhos por valores irrisórios, que mesmo que o “político” pagasse em ouro o peso dele ainda seria muito, mas muito pouco.

Espantou-se? Duvida que seja assim? Então meus parabéns isso quer dizer que você nunca se vendeu, ou conheceu alguém que se vendesse, eu lhe digo que se tem e tem muito político salafrário, tem eleitor que devia perder o titulo de tanta cara de mau, de tanto mau que faz a nossa sociedade, isso tira o fato de que político que compra voto deve ser posto para fora do sistema eleitoral? De jeito nenhum, mas deixa claro que se eles compram é porque tem onde e quem se venda.

Esse ano antes de decidir que ninguém merece seu voto, antes de colocar todos no mesmo saco, se proponha um desafio, vá a um comício, assista a um programa, confronte um candidato, esqueça o nome de família, esqueça o dinheiro na carteira dele, pense e observe seus aliados, suas propostas e pelo amor de Deus não inventem de votar nos piores dizendo estar votando em protesto, o seu protesto custa quatro anos da minha vida, da vida de todos, vá protestar cobrando as propostas de quem você elegeu que ajudará de verdade, não sei se algum dia você já vendeu seu voto, mas se o fez não refaça a besteira isso ira custar muito mais a muito mais gente.

Raquel Dias ¬¬ : observadora atenta de debates, atitudes e discursos de quem pede emprego público.

Anúncios

Uma resposta to “Voxx Populi”

  1. N(A)tiva 21/04/2012 às 11:33 #

    Amiga, as imagens caíram bem com texto, né!? Parabéns pelo texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: