ESTILO DE VIDA NERD

31 maio

35 Anos da Saga Star Wars

No dia 25 de maio de 1977 o primeiro filme da trilogia chegava às telonas: “Guerra nas Estrelas: uma nova esperança”

Em 25 de maio de 1977, há exatos 35 anos, chegou aos cinemas Star Wars, odisséia espacial de George Lucas, que se transformou em um fenômeno mundial de cultura popular e precursora dos efeitos especiais que conhecemos hoje. A aposta foi tão grande que nem mesmo a 20th Century Fox acreditava no sucesso de Uma Nova Esperança, tanto que na época, o estúdio cogitou seriamente a hipótese de transformá-lo em uma série de TV. Só que a produção continuou e o primeiro filme chegou aos cinemas com esse pôster.

Sexta feira passada foi dia 25/05, dia que faz 35 anos que Star Wars estreou nos cinemas brasileiros e em vários lugares se comemoraram essa data, aqui em Fortaleza teve um evento na Livraria Cultura segunda feira falando só sobre isso. Passou na tv alguns programas comentando sobre essa data tão especial para nós fãs da saga. Eu não vi, claro, Star Wars no cinema, mas quando assistir na Tela Quente o filme me apaixonei. Então vamos comemorar assistindo a saga?

O sucesso foi tão grande que lotou as salas de cinema, como é possível ver acima na foto da première. Logo, nada mais normal do que o filme ganhar duas sequências: O Império Contra-Ataca e Retorno de Jedi, lançadas em intervalos de três anos. Conheça agora algumas curiosidades sobre a saga que conquistou milhões de fãs ao redor do mundo.

Há exatos 35 anos uma das trilhas mais conhecidas do cinema mundial tocava pela primeira vez nas salas de exibição dos Estados Unidos: “Star Wars”. No Brasil, “Guerra nas Estrelas”. O filme conta a luta entre a Aliança Rebelde e o Império Galático, liderado pelo vilão Darth Vader, com o intuito de recuperar o governo democrático da república.

Christopher Walken, Nick Nolte e Burt Reynolds concorreram à vaga de Han Solo, charmoso e o bem humorado mercenário, que foi interpretado por Harrison Ford.

A inspiração para a nave de Han Solo, a Millenium Falcon, veio a partir de um hambúrguer com uma azeitona em cima. Bizarro é pouco.

A história se passa em diversos planetas e naves espaciais de uma galáxia fictícia onde a “força” é uma energia capaz de realizar diversas atividades. O roteiro pronto tinha seis horas de duração. Diante da impossibilidade de transpor isso em um único filme, o roteirista George Lucas decidiu dividir o filme em três partes, que foram lançadas em anos diferentes e fora da ordem cronológica.

A luz usada durante as filmagens dos efeitos especiais da primeira trilogia era tão forte que alguns modelos usados nas cenas com veículos chegaram derreter.

George Lucas queria que Orson Wells tivesse feito à voz de Darth Vader, mas foi James Earl Jones que ficou com ele. Aliás, a palavra Vader significa pai em holandês.

Com um fantástico avanço tecnológico para a época e efeitos especiais até então nunca antes vistos, o primeiro filme conta a luta do jovem Luke Skywalker, futuro cavaleiro jedi, para salvar a princesa Léia, que mais tarde descobrir-se-ia ser sua irmã gêmea, que foi capturada e é mantida refém de Darth Vader.

Alec Guiness, ator que viveu Obi-Wan Kenobi, descreveu o longa como “baboseira de conto-de-fadas”, mas o senso de moral do filme e o salário oferecido a ele, o convenceram a embarcar na Saga. Ainda bem!

George Lucas teve que colocar o ator Billy Dee Williams (Lando Calrissian) no filme graças a reivindicações de organizações antirracistas. Elas acusaram o cineasta de não escalar atores negros em seus filmes.

O requinte de efeitos especiais, principalmente nas cenas de batalha, surpreende espectadores e a crítica que, por não acreditar que esse tipo de história atrairia o público, dava como certo o fracasso de Star Wars. Esse pé atrás fez com que apenas 40 salas de cinema em todos os Estados Unidos aceitassem exibir a estréia do filme. Essa desconfiança atingiu, inclusive, a equipe que participou das gravações feitas na Inglaterra. Com frequência, os funcionários dos estúdios utilizados faziam piadas sobre o filme por terem certeza que a obra seria um desastre.

Na maioria das cenas que contracenou com Harrison Ford, Carrie Fisher, a Princesa Léia, teve de subir numa caixa. O astro tem 1,85m e Carrie 1,55m de altura. Por sinal, Jodie Foster era a segunda opção de Lucas para interpretar a princesa Léia.

No rascunho de uma Nova Esperança, Léia era uma princesa de 15 anos de idade. Posteriormente foi decidido que ela teria 19 anos e que seria Léia Organa, filha de Bail Organa, do pacifista mundo Alderaan.

A ousada decisão do roteirista em escalar atores novos e pouco conhecidos para compor o elenco também assustava os estúdios de hollywood. Após o filme, alguns protagonistas se tornaram verdadeiras celebridades do cinema mundial, como é o caso do ator Harrison Ford, que então com 35 anos interpretou o papel do humano Han Solo. A bordo de sua veloz nave Millenium Falcon, ajuda a aliança rebelde a se defender do Império Galático. No fim, ele se casa com a princesa Léia, papel da atriz Carrie Fisher.

As cenas em Tatooine foram filmadas na Tunísia, onde há uma cidade chamada Tatahouine.

O nome do robô R2-D2 é referência a um rolo de filme que George Lucas havia perdido, contendo o segundo diálogo do segundo trecho de filme, ou seja, Reel 2 Dialogue 2 (R2-D2).

Anthony Daniels inicialmente não concordou em ser escalado como C-3PO, mas mudou de ideia depois de ler a parte do personagem no roteiro e ver uma arte conceitual criada por Ralph McQuarrie.

As filmagens também aconteceram na Tunísia, no meio do deserto do Saara. Lá o elenco humano teve que driblar o calor, que chegava a quarenta graus, e os robôs, como o R2-D2, pararam de funcionar diversas vezes por causa das tempestades de areia. Mas o sucesso de Star Wars chegou com a mesma velocidade que suas naves especiais. Já na terceira semana em cartaz o filme alcançou o recorde de espectadores nas bilheterias americanas.

Para criar Chewbacca, George Lucas buscou inspiração em seu cachorro chamado Indiana, o mesmo que deu o nome a Indiana Jones.

A palavra Jedi vem do termo japonês Jidai Geki, que designa programas da TV nipônica sobre samurais. Suas armas são os sabres da luz, as espadas de laser do filme, e o seu famoso som foi criado com uma barra de ferro atingindo uma torre de eletricidade.

No Brasil, três milhões e meio de expectadores lotaram as salas de cinema para assistir ao sucesso norte-americano. O filme faturou, em todo o mundo, 797 bilhões de dólares e foi graças a essa arrecadação que o cineasta George Lucas conseguiu produzir os outros dois filmes da primeira trilogia: o “Império Contra-Ataca”, em 1980, e o “O Retorno de Jedi, em 1983, que aliás, foi mal traduzido no brasil. o correto seria “O Retorno do Jedi”.

Em Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca, para despistar os curiosos sobre quem seria o pai de Luke, George Lucas filmou duas cenas extras com Darth Vader: a primeira falando que Obi-Wan era o pai de Luke e a segunda afirmando que Obi-Wan matou o pai do jovem Jedi.

Em 11 de janeiro de 1977, um dia antes de filmar uma das cenas finais de Star Wars, Mark Hamill sofreu um acidente de carro, no qual fraturou o nariz e o maxilar, o que exigiu sete horas de cirurgia. Como resultado do acidente, um dublê foi utilizado para as cenas fem que Luke Skywalker dirigia seu landspeeder.

A cena em que Luke é atacado por um Ice Wampa (monstro de gelo) só foi acrescentada em Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca, graças ao acidente de carro que Hamill sofreu no final das filmagens do primeiro filme. Seu rosto sofreu lesões tão sérias que deixaram marcas até hoje.

A descrença inicial por parte da Twentieth Century Fox fez com que George Lucas conseguisse fechar um acordo onde ele é o único a ter direitos sobre o licenciamento de produtos com a marca Star Wars, incluindo bonecos, livros e jogos eletrônicos. O que rendeu a ele uma fortuna de nove bilhões de dólares. O dobro dos quatro bilhões e meio de dólares faturados pela Fox com a exibição dos seis longas metragens. Valor que torna Star Wars a terceira série cinematográfica mais lucrativa em todo o mundo, atrás apenas das sagas Harry Potter e James Bond.

Pouca gente sabe, mas o roteiro original de Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, escrito por George Lucas, foi rejeitado por todos os grandes estúdios de Hollywood. Após muita insistência, a Fox aceitou produzir o filme. O custo total do longa foi de US$ 11 milhões, porém a receita ultrapassou a marca dos US$750 milhões, ou seja, um sucesso gigantesco que possibilitou a continuidade da franquia. E 35 anos depois, aqui estamos, comemorando o lançamento do filme que fez a ficção científica renascer no cinema.

O cuidado para que a trilha sonora fosse algo único e que se tornasse marcante por décadas fez os produtores encomendarem esse trabalho ao aclamado compositor e maestro John Williams, que regeu a Orquestra Sinfônica de Londres. E ao que tudo indica o objetivo foi cumprido.

Quer comemorar comendo cookies? Olha que fofo, dar até pena de comer.

O set Star Wars Droids & Aliens Cookie Cutters custa US$19,95 na Williams-Sonoma, que aceita encomendas do Brasil.

A Williams-Sonoma ainda tem em estoque dois outros sets mais antigos, o Star Wars Vehicles Cookie Cutters com cortadores em forma de 4 naves na liquidação por apenas US$9,99 e o Star Wars Heroes & Villains Cookie Cutters para fazer cookies do Yoda, Darth Vader, Boba Fett e Stormtrooper por US$19,95.

Trailer: Star Wars – Episode IV – Trailer (original 1977)

Quem quiser ler sobre mais, o site Omelete fez um especial onde fala tudo sobra a saga Star Wars. Bom fim de semana e que a força esteja com vocês! 😉

Referência:

GloboNEWS

Cine Click

Omelete

Anúncios

Uma resposta to “ESTILO DE VIDA NERD”

  1. Business And Marketing 26/05/2014 às 13:37 #

    Your weblog appears to be having some compatibilty problems in my ie browser. The content seems to be running off the webpage pretty bad. If you want you can email me at: %EMAIL% and I will shoot you over a screen shot of the problem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: