Meu Walkman

3 set

Sempre Livre

Bandas dos anos 80 que me encantaram e uma delas é Sempre Livre,  foi uma banda brasileira de música pop criada no Rio de Janeiro, formada só por mulheres. O nome do grupo fazia menção a uma marca famosa de absorventes femininos. Eu achava muito bacana só ter mulheres na banda.

Em 1984, lançaram o primeiro disco, produzido por Ruban (mesmo produtor do grupo As Frenéticas). O maior sucesso foi a música “Eu sou free”, parceria de Ruban com Patrícia Travassos. O grupo se desfez em 1986, mas voltou cinco anos depois com o disco “Vícios de Cidade” e uma formação que, da original, só mantinha a baterista.

Quem fazia parte:

  • Dulce Quental – Substituída por Tonia Schubert e depois por Denise Mastrangelo – voz
  • Márcia – substituída por Rosana Piegaia e depois por Louise Rabello – guitarra
  • Flávia Cavaca – baixo
  • Lelete – Substituída por Sonia Bonfá e depois por Cleo Boechat – teclado
  • Lúcia Lopes – bateria

 

 

 

Em 2009 a banda anunciou novo retorno desta vez, Flávia Cavaca (baixo e vocais) e Lúcia Lopes (bateria) – as únicas integrantes originais do grupo – se juntam à Denise Mastrangelo (teclados), Ana Cris (guitarra e vocais) e Andréa Montezuma, a vocalista principal.

sempre livre

Discografia

  • 1984 – Avião de Combate

  • 1991 – Vícios de Cidade
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: