Eu Vivo Mal Humorada

5 set

Saúde Feminina – Infecção Urinaria

Existe algumas doenças femininas que são comum entre as mulheres mas que acabamos falando pouco, talvez porque achamos que é comum, mas não é. Temos que cuidar de nossa saúde e fazer o possível para evitar ficamos com algum desses mal. Dentre eles existe um que é sério se não cuidado devidamente; Infecção Urinaria.

Porque uma coisa tão incomoda é tão pouco falado entre as mulheres? Acho que vergonha é o primeiro motivo e falta de informação o segundo. Creio que muitas mulheres devem sentir isso caladas, achando que é normal e no máximo tomando um banho de asseio. Resolvi falar de certas coisas que devem incomodar demais as mulheres, mas que são pouco faladas, ainda bem que existem sites que falam de saúde que dão uma luz a quem procura informação, mas claro que nada substitui um médico.

Só acho importante que esse tipo de coisa seja divulgado e que as mulheres não tenham medo ou vergonha de procurar um médico. Acho que deveria ter programa nas escolas sobre educação sexual e também um trabalho nos postos de saúde e não só falatório como todo politico promete.

Vou colocar algumas informações sobre a infecção urinaria, mas lembre-se que se  tem algum desses sintomas, vá ao ginecologista.

Infecção Urinária

Causa da doença 

A infecção do trato urinário (ITU) é uma infecção bacteriana que afeta qualquer parte do trato urinário. Ela acomete principalmente as mulheres, pois estas, diferentemente dos homens, possuem a uretra mais curta, permitindo que as bactérias tenham um acesso mais fácil à bexiga. (mas pode acontecer no homem também).

Causas 

A maior parte das infecções urinárias é causada pelas bactérias Escherichia coli (E. coli), que atuam de forma benéfica no trato intestinal, mas, quando em contato com o sistema urinário, tornam-se nocivas e causam bastante sofrimento ao paciente.

Tipos 

Há dois tipos de infecção do trato urinário, o tipo mais comum é conhecido como cistite (infecção da bexiga urinária), o outro tipo de ITU é a pielonefrite (infecção renal), este tipo é o mais grave.

Sintomas 

Os principais sintomas da cistite são dor ou ardor ao urinar, necessidade freqüente de urinar com pouca eliminação de urina, dor na uretra, dor na pélvis, algumas vezes pode apresentar febre baixa e a presença de sangue na urina. Na pielonefrite os sintomas mais comumente apresentados costumam ser dores nas costas na altura dos rins, febre alta, calafrios e náuseas.

Tratamento

O tratamento deve ser indicado pelo médico após confirmação diagnóstica. Neste caso, somente o médico é quem poderá indicar a medicação correta e a duração do tratamento. É muito importante que o tempo de tratamento seja respeitado e seguido, mesmo após o desaparecimento dos sintomas.

Existem algumas medidas importantes que podem prevenir as infecções do trato urinário, tais como: 

– Cuidados com a higiene pessoal;

– Evitar transportar as bactérias da região anal para a uretra, para isso, as meninas devem ser orientadas desde cedo a fazer a higiene da frente para trás sempre que usarem o banheiro;

– lavar as mãos antes e após de utilizar o banheiro;

– No banho as mulheres e meninas devem lavar-se sempre na direção da frente para trás;

– Durante o período menstrual os absorventes devem ser trocados várias vezes, pois o sangue menstrual é um meio de proliferação de bactérias;

– Ingerir bastante água, pelo menos de 2 litros por dia;

– Não reter a urina por longos períodos, o ideal é urinar a cada duas ou três horas;

– Para mulheres que sofrem de ITU após atividade sexual, recomenda-se ingerir água antes e depois da relação, para que, após o ato, esvaziem a bexiga o quanto antes . Com este procedimento simples, as bactérias que podem ter entrado na uretra são expelidas.

Mais informações:

INFECÇÃO URINÁRIA

O que é?

É a infecção bacteriana mais comum no ser humano sendo só ultrapassada pela gripe de origem viral. Trata-se da presença de bactérias na urina. Essas bactérias multiplicam-se com o passar do tempo, enquanto um tratamento adequado não é instituído. As bactérias podem atacar qualquer nível do aparelho urinário, desde a bexiga, causando cistite, até o rim, causando pielonefrite. As infecções urinárias são mais freqüentes na mulher e no homem na terceira idade.

Causas

A urina que é secretada (produzida) nos rins é estéril.

Ela pode se infectar quando bactérias se multiplicam em redor da uretra (colonização) para, logo após, ascenderem (subirem) através desta, penetrando na bexiga (via ascendente). Elas podem se manter na bexiga ou continuar na subida até o rim. Outras vias de entrada de bactérias no aparelho urinário são: sangue e vasos linfáticos.

A colonização de bactérias no trato urinário pode ser facilitada por diversos fatores como, por exemplo:

Obstrução urinária: próstata aumentada, estenose de uretra.
Doenças neurológicas: mielomeningocele, traumatismo de coluna.
Corpo estranho: sonda vesical, cálculo urinário (pedra nos rins).

Doenças bastante conhecidas estão freqüentemente associadas com infecção urinária como o diabetes. Pacientes imunológicamente deprimidos (AIDS, câncer) estão mais propensos a se infectarem.

A bactéria mais comum causadora da infecção urinária, encontrada no intestino grosso, é a Escherichia coli. Já os pacientes hospitalizados (infecção hospitalar) apresentam germes diferentes, como aPseudomonas aeruginosa, geralmente mais resistentes aos antibióticos.

O que se sente?

Geralmente os sintomas estão relacionados ao órgão (bexiga, rim) afetado.

Quando a bexiga (cistite) ou a próstata (prostatite) estão envolvidas é comum:

Aumento da freqüência urinária (polaciúria).
Dor para urinar (disúria).
Micção imperiosa (urgência).
Febre (na prostatite)
Sangue na urina (hematúria)

Quando o rim está envolvido, além dos sintomas acima, poderão ocorrer:

Dor lombar.
Febre.
Calafrios.
Náuseas, vômitos, mau estado geral.

Na infecção urinária, a urina poderá se tornar fétida, opaca ou escura.

Como é feito o diagnóstico?

Através das queixas do paciente e do exame físico pode se suspeitar de infecção urinária. Entretanto, o diagnóstico definitivo é feito com a coleta da urina (jato médio) a fim de se realizar exame de urina (urocultura – cultura de bactérias na urina). Contagem de germes superiores a 100 mil bactérias por mililitro é considerada infecção urinária. Nesse mesmo exame vários antibióticos são testados com a finalidade de orientar o médico na escolha do melhor tratamento.

Faz parte da avaliação do paciente, principalmente em situações mais graves (infecçaõ urinária complicada), o estudo do aparelho urinário como um todo.

Nestes casos, solicita-se ecografia abdominal total, urografia venosa,cintilografias renais, tomografia computadorizada abdominal total,etc.

Como se trata?

O tratamento consiste em medidas gerais (alta ingestão de líquidos, cuidados de higiene) e na escolha precisa de antibióticos, geralmente baseada na urocultura.

Trimetroprim, nitrofurantoína, norfloxacin e cefalosporinas são exemplos de drogas freqüentemente usadas na infecção urinária. A gravidade dos sintomas também influi na escolha da medicação, sendo que em alguns casos há necessidade de internação hospitalar para melhor controle do paciente e para administração venosa de antibióticos.

Como se previne?

Na prevenção é importante uma ingesta significativa de líquidos (2 a 3 litros por dia), urinar antes de dormir e após relações sexuais, evitar banhos de imersão ou duchas verticais. Cuidados de higiene são essenciais.

Entretanto, mesmo com os cuidados acima, muitas vezes a infecção se instala mostrando que fatores ainda não muito bem entendidos estão presentes.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico

O que causa essa doença?

Como foi que eu “peguei” essa doença?

Infecção urinária pode causar câncer?

Essa doença é transmissível? É contagiosa?

http://www.abcdasaude.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: