Eu Vivo Mal Humorada

17 set

Esse fim de semana foi agitado para mim e acabei perdendo o time, mas volto com assunto polemico nesta noite, vou falar sobre crença.

Esta eu e meu namorado conversando sobre isso esse fim de semana e mesmo nós dois tendo a mente aberta. Acabamos chegando a um impasse, que nos fez mudar de assunto. Agora lhes pergunto, porque é tão difícil conversar sobre esse assunto? Porque as pessoas se desentendem tanto quando vão falar de seus credos? Como disse a ele e vou repetir aqui, nossas crenças são coisas pessoais demais. Cada um tem a sua, não podemos apontar o dedo na cara de ninguém e dizer que tem a sua é melhor que a de fulano ou que é a verdadeira.

Cada um acredita no que lhe é conveniente, plausível. Nós temos experiencia de vida distintas, que nos levam a crer no que chega mais próximo de nosso entendimento. É isso que quero dizer, cada religião tem sua filosofia, e filosofia nada mais é que um conjunto de ideias sobre determinado assunto, no caso religião, fé, crença. Muitas pessoas falam que a fé pode modificar qualquer coisa, concordo. A fé é motivada pelo força do pensamento, que é pura energia. Nós somos energia. É tudo uma coisa só. É assim que vejo as coisas, isso ai é a ideia parcial.

Sabe, acho que as pessoas se desentendem quando o assunto é religião porque ninguém quer ouvir ninguém, as pessoas querem impor sua crença, só isso. A religião sempre vem acompanhada de intolerância sobre as outras crenças. Por isso entendo o fato de meu namorado não querer falar sobre como ele ver as coisas neste sentido. O certo é respeitar sua omissão de querer falar mesmo que eu seja super curiosa a respeito desse assunto.

Vou dizer o que acho que antes de tudo devemos fazer antes de falar de religião, colocar nosso preconceito sobre o que é diferente do que pensamos, fora da conversar. Depois temos está pelo menos curiosos sobre o assunto, a vontade de compreender outras culturas é fundamental. Quando falo em cultura quero dizer credos, porque isso tudo parte de uma questão cultural mesmo. Cada cultura, tem seus deuses, orações, rituais e etc… Que fazem parte direta com a história daquele povo.

E por falar em história, quase todos professores de história são ateus ou agnósticos. Sabe a diferença? Os ateus tendem a ser céticos em relação a afirmações sobrenaturais, citando a falta de evidências empíricas. Algumas pessoas são apenas céticos. O ceticismo (derivado do verbo grego σκέπτομαι, transl.sképtomai, “olhar à distância”, “examinar”, “observar”) é a doutrina que afirma que não se pode obter nenhuma certeza absoluta a respeito da verdade, o que implica numa condição intelectual de questionamento permanente e na inadmissão da existência de fenômenos metafísicos, religiosos e dogmas. Um agnóstico é alguém que não acredita nem descrê (não nega a possibilidade) na existência de um Deus, ao passo que umateu não acredita na existência de um ou mais deuses (mas também não necessariamente nega, como é o caso do ateísmo cético). Em sentido estrito, no entanto, o agnosticismo é a visão de que a razão humana é incapaz de proporcionar fundamentos racionais suficientes para justificar o conhecimento da existência ou não de Deus.

Agora que já sabe a diferença escolha o que lhe parece mais adequado a você. 😉 Brincadeira, não sou a favor de ateus radicais que ficam propagando sua descrença e nem de crentes inconvenientes que condenam todos ao inferno por não seguirem a mesma religião que a dele. Tudo que é extremo não presta! Radicalismo e falta de respeito com as outras pessoas, somos indivíduos, não devemos ser individualistas porque vivemos em sociedade, mas temos a necessidade de ter nossas particularidades. E crença é uma delas. Se compartilharmos, ótimo. Mas não é algo obrigatório.

Outra coisa que disse para ele e que penso assim, na verdade Deus não criou religião nenhuma e muito mesmo igreja. O que aconteceu, foi que o homem como sempre se apodera de novas ideias e transformam elas em algo que pode ou não beneficiar a sociedade ou no caso aos que estão no poder. O que entendo como religião, é conjunto de ideias (filosofias) que no caso foram difundidas por Jesus (salvador sim, acredito nele como messias, mas isso é algo particular, tá gente?!) e como algumas pessoas concordaram com essa filosofia, doutrina, formamos um grupo com mesmo credo. Por isso acho certo a pessoa buscar Deus onde achar melhor, onde os pensamentos difundidos pelo sacerdote, a doutrina tenha haver com seu mode de vida, seus valores. Deu para entender?!

Jesus dizia que ele era a verdade e através dele alcançaríamos o reino de Deus. Acho que é mais ou menos isso. Não creio que ele estivesse mentindo quando afirmou isso. Acredito de fato em Jesus, um homem que foi escolhido por Deus para deixar uma mensagem. Amai-vos uns aos outros assim como vós amei. O amor é algo sagrado, quem ama não pratica nenhuma maldade ou injustiça ao próximo  Mas o homem não ama de fato, porque seu egoismo não deixa.

Não quero propagar minhas crenças e nem tentar convencer ninguém. Mas afirmo que devemos ter a mente aberta, ler bastante antes de ser doutrinado, buscar sua paz onde se sinta seguro. E por fim, tentar evoluir como ser humano, afastar as mesquinharias de sua vida, o rancor, a maldade. A inveja e sobre tudo tenha fé na vida, na força maior que rege o universo. Acho que se paramos de tentar impor seus pensamentos e buscar se abrir mais, ser mais tolerante a vida já melhora drasticamente.

Tenham uma boa noite e muita luz!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: