Caixa Preta

25 nov

Todas as relações humanas são difíceis, é proporcional a matar um boi por dia, porque temos gênios diferentes e mesmo com muito amor o ser humano tem sua taxa de egoísmo e nem sempre consegue fazer tudo que agrade a todos ao mesmo tempo. Mas não é só isso, ainda existe o fator que nós ao nascermos aprendemos desde cedo que somos amados, pelo menos é para ser assim, e que podemos sempre contar com nossos pais, ai vamos crescendo e com a convivência com irmãos ou amigos vemos que a história é bem diferente, até porque os valores infantis são completamente diferentes dos adultos.

Na infância ainda nos sentimos super protegidos acreditando em valores que aprendemos com nossos pais, nossa família, tudo é puro, verdadeiro. As amizades duram para sempre e qualquer coisa que seja diferente disso é abominável. Na adolescência é a etapa que nos decepcionamos mais, onde começamos a enxergar que a vida não é tão cor de rosa assim e que nem todo mundo ama você. A lei do mais esperto prevalece e descobrimos que nossos amigos vão mentir para nós e nos trair, que nossos pais mente  e quando acabamos nos apaixonando pela primeira vez.

Sabe, quero muito fazer um trabalho psicológico para estudar as relações humanas, como elas são importantes na vida de um individuo e como elas podem dilacerar um caráter de uma pessoa. Fiquei pensando que nascemos e desde do convívio com a mãe podemos nos tornar pessoas carentes, manipuladoras, egoístas, mentirosas, mesquinhas, generosas, cheias de fobias, alegres, confiantes, inseguras, honestas, e chego a crer que até pessoas fieis ou infiéis, porque isso faz parte também do caráter do ser humano.

Para mim tudo isso pode está misturando em uma única pessoa, mas não fique achando que nosso caráter não pode ainda ser moldado durante toda nossa vida, porque isso é fato. Hoje você pode ser assim e amanhã mudar completamente devido um incidente ou algum acontecimento incomum mexeu com você. Essa mudança pode ser para melhor ou para pior, vai depender muito dos acontecimentos e como isso afetou a pessoa.

Fico imaginando como é louco tudo isso, a gente passa o tempo todo se relacionando com alguém e nem imagina como essa relação pode afetar sua vida, afetar você mesmo. Sei que as pessoas sofrem depressão e muitas vezes ela acontece por causa de uma relação que afetou negativamente nossa vida, algo que alguém fez ou deixou de fazer que nos magoou e não soubemos superar.

Não vou dizer que essas pessoas são fracas, é muito difícil levantar depois de uma queda. Mas temos que entender como deixamos que outro alguém tivesse tanta importância em nossa vida, mais que a nossa mesma. Será que é porque temos personalidade fraca? Sabemos que tem pessoas que se preocupam tanto com que outros vão dizer, como se a opinião deles fosse mais importante que a nossa. Isso é perigoso porque as pessoas não querem saber se vão te destruir, existe gente de todo jeito e as mesquinhas, egoístas e mal amadas. Vão querer te botar para baixo, são verdadeiras vampiras emocionais.

Tem gente que não saber viver vendo o outro feliz, ela fará de tudo para destruir aquela felicidade. E muitas vezes alguém da nossa própria família pode ter essa atitude, uma mãe, pai ou filho, irmão… não é fácil. E como fazer se sua própria mãe lhe diz palavras que te colocam para baixo? Tem que ter uma personalidade muito forte para superar isso. Com tudo isso em mente vou continuar escrevendo sobre as relações humanas aqui no Caixa Preta, vamos procurar entender como funciona esse emaranhado de sentimentos na convivência de nós com outro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: